Cena 01

PORNOGRAFIA – Sempre tentamos matá-lo majestade, e nada! Sempre escapa!
LÚCIFER – Vocês que são um bando de molóides! E os fariseus?
PORNOGRAFIA – Não prestam prá nada!
VICIO – Majestade, ele teve a audácia de entrar no templo deles e não fizeram nada!
LÚCIFER – Com esta brincadeira, ele já está com 33 anos.. Algo está prestes a acontecer. Eu precinto!
FOFOCA -  Se não fizer alguma coisa, Ele vai esmagar sua cabeça, tá lá em Genesis 3:15!
LÚCIFER – Eu sei paspalho! Não precisa me lembrar!
FOFOCA – Precisamos matar o Filho de  Deus!
(Nova explosão)
PROSTITUIÇÃO – Idiota! (Empurra-o)
VÍCIOS – Majestade! Ele não peca! Já o tentamos de todas as


formas. Já jogamos todas as setas e dardos, mas Ele sabe usar o escudo da fé!

LÚCIFER – Deixe-me pensar! Deixe-me pensar! Hum... Ele não provou o meu dardo...
FOFOCA – Que dardo?
LÚCIFER – O que tenho guardado prá ele! Meu dardo não vai falhar. É composto de humilhação, abandono e dor. Muita Dor!
FOFOCA – Como se chama esse dardo?
LÚCIFER – Morte!
FOFOCA – Você não pode matar o Filho de...
TODOS – Não fale esse nome!
LÚCIFER – Quem disse que não posso matá-lo? Idiota! Não subestime meu poder! (Fala isso com o dedo apontando para a Fofoca. Um poder o enforca) Posso matar quem eu quiser! E vou matá-lo! (Arremessa-o longe) Vai Ter uma morte humilhante. Vou pregá-lo em uma cruz, junto com ladrões. Será humilhado! Surrado! Não será amarrado, será pregado! (Pega uma caixa) Aqui estão os cravos. Guardei-os para este momento! Colocarei uma placa acima de sua cabeça, para que todos vejam o Rei dos Judeus, morto! Vamos ver quem vai pisar na cabeça de quem! Vou Ter que resolver isto sozinho. Aguardem aqui! Trarei boas notícias. Todos saberão da vitória de Lúcifer!
(risos de todos e festa)
Blackout

CENA 02 – Enganado
Todos esperando

VÍCIOS – O que será que está acontecendo?
PORNOGRAFIA – Será que o chefe conseguiu matá-lo?
VÍCIOS – Espero que tenha conseguido.
FOFOCA – Ele estava muito zangado!
INTRIGA – Silêncio! Escutem! É o chefe! Está vindo! Posição! Posição!

Vão para a posição de côrte.
LÚCIFER – (Entra e senta no trono) Missão cumprida, está morto!
VÍCIOS – Como foi?
LÚCIFER – Foi condenado e crucificado. É um fraco, suportou apenas 3 dias. Seu Pai não veio salvá-lo. Só temia que isso acontecesse. Mas não aconteceu. Cuspi em seu rosto, o surrei e cravei os pregos. Vejam teu sangue! Está morto! Está morto!

Festa

LÚCIFER – Parem! Parem!
INTRIGA – O que foi majestade?
LÚCIFER – Algo está errado! Escutem...
VÍCIOS – Tem alguém batendo!
LÚCIFER – Vá ver quem é!

CENA 03 – JESUS

Vícios volta gritando.

LÚCIFER – Que baderna é essa?

Jesus entra e os demônios se afastam e ajoelham.

LÚCIFER – O que quer aqui? Todos vocês levantem-se! Por quê está rindo? Que bom que veio. Queria dizer que adorei o seu velório!

Todos zombam.

LÚCIFER – Seu espírito não devia estar aqui. Talvez deveria estar junto com o seu cadáver em decomposição, lá em cima, naquele túmulo de  terceira categoria...

Todos zombam.

LÚCIFER – Veio se render a mim?
JESUS – Por quê eu haveria de me render a você?
LÚCIFER – Porque eu venci você. Você está morto! Eu te matei. Você está morto! Está ouvindo espírito? Matei você!
JESUS – Eu não estou aqui em espírito.
LÚCIFER – Como assim?
JESUS – Estou aqui em carne. Eu não estou morto! Veja as marcas!
LÚCIFER – Impossível! Eu vi você morrendo! Eu vi o seu enterro! Tenho seu sangue em minhas mãos! A morte o venceu!
JESUS – Não! Eu venci a morte!
LÚCIFER – Não pode ser! Maldição! Não estou entendendo nada!
JESUS – O problema é que você se esqueceu de um pequeno detalhe: o cordeiro sacrificado não tinha manchas. O sangue  em suas mãos é de um justo! É um sangue sem pecado! Eu ressuscitei, venci a morte! A morte não tem domínio sobre mim, pois eu não tenho pecado. Meu sangue foi vertido na cruz, por toda a humanidade. O preço foi pago! A separação já não existe mais! Eu quero as chaves do inferno!
LÚCIFER – Jamais! Vou matá-lo agora!

Ataca-o, mas Jesus com seu poder põe o diabo no chão.

JESUS – Vou voltar para o meu pai agora. Com todas as chaves. Tudo pertence ao Pai! A morte e a vida pertenço ao Filho do Homem! As chaves!
LÚCIFER – Nunca! Fui humilhado, enganado!
JESUS – A chave!
LÚCIFER – Isso não vai ficar assim! Vou matá-lo agora!
JESUS – (Enforcando-o) Todo poder foi me dado nos céus e abaixo dos céus! (Vai baixando-o e pisa em sua cabeça. Levanta a chave e Lúcifer grita com os demônios)

Blackout

ATO 2 : HOJE

Cena 04: Babilon, o príncipe de Alenquer

INTRIGA – Majestade, o Príncipe da cidade de Laras.
BABILON – (Entrando) Majestade...
LÚCIFER – Diga Babilon...
BABILON – Majestade, a coisa vai mal! Estamos perdendo terreno em Laras!
LÚCIFER – Não pode ser! Laras é uma cidade tão pequena... temos o domínio  por anos! Como pode estar perdendo?
BABILON – Apareceu uma nova igreja lá majestade.
LÚCIFER – E daí? Deve ser como as outras duas que temos lá... não nos oferece perigo.
BABILON – Esta é diferente majestade... esta é abençoada. Esta conhece o poder da oração. Ele oram!
LÚCIFER – Maldição!
BABILON – O pastor veio com sua equipe à 6 meses, já tem 120 membros! Eles sabem o que é batalha! Ficam sempre em oração. Sempre que os atacamos, eles se prostram e oram. As suas orações estão atraindo exércitos de anjos!
LÚCIFER – Muito bem Babilon! Se querem guerra, terão guerra. Intriga!
INTRIGA – Sim majestade!
LÚCIFER – Tenho uma missão especial prá você! Vamos minar os relacionamentos desta igreja! Quero muitas dissensões! Semeie brigas entre eles!
INTRIGA – Conte comigo, majestade!
LÚCIFER – Fofoca!
FOFOCA – Sim majestade!
LÚCIFER – Quero que participe desta missão. Trabalhem rápido! Mas com cautela. Quero muita intriga e muita fofoca. Criem o rancor e mágoa entre eles! Quero muitos falando mau do pastor. Isso vai enfraquecê-los! Podem ir! E não falhem em sua missão!
FOFOCA – Não falharemos majestade.
BABILON – Peço autorização para nos retirar-mos!
LÚCIFER – Podem ir. Tragam-me notícias o mais rápido possível ! A cidade de é pequena, mas é estratégica para meu plano para aquela região.
BABILON – Sim majestade!

SAEM
LÚCIFER – O que temos agora pornografia?
PORNOGRAFIA – Precisa se preparar majestade. A Alice está vindo para uma visita.
LÚCIFER – Qual Alice?
PORNOGRAFIA – Nossa serva exotérica! A professora de Yoga.
LÚCIFER – Não vou me disfarçar. Vou me apresentar assim!
PORNOGRAFIA – Não pode majestade! Vai assustá-la. Será sua primeira aparição prá ela. Ela espera um guia de luz, lindo, já mostramos o senhor em sonhos, terá que se transformar!
LÚCIFER – Ok, ok. Vou me trocar. Tenho grandes planos prá essa Alice. Não preciso ter pressa, pois, logo, logo, estará aqui para todo sempre! Ela, seus alunos e sua família! (Risos) Me aguardem!

Cena 05 – Alice

O Palco todo com luz branca.

Alice – (No palco, com incensos meditando) Você já está aqui! Posso senti-lo.
LÚCIFER – (Voz) Acho que já está pronta para me conhecer!
ALICE – Sim meu guia. Meu anjo de luz! Tua serva já pode ouvi-lo. Eu ouço sua linda e doce voz!
LÚCIFER – Alice, esvazie sua mente. Só pense em coisas positivas. Tudo é lindo! Não fique no plano terreno, entre no plano astral. No plano que está além do Bosque dos Sonhos!

PROSTITUIÇÃO E VÍCIOS NO CANTO, RINDO BAIXO.

LÚCIFER – Sinta-se leve! O incenso de rosas retrata o jardim da vida. Entregue seu corpo e mente em minhas mãos. Você está em transe. Levite sua alma. Voe, voe alto!

ELA ESTÁ SENTADA, ACONTECE UM BLACKOUT E APARECE O ESPÍRITO DE ALICE, ATRÁS DO CORPO DA QUE ESTAVA SENTADA – DUAS ATRIZES.

LÚCIFER – Isso. Entre no plano espiritual. Estenda a sua mão e segure a minha!
ALICE – Que sensação deliciosa, amigo! Posso senti-lo!
LÚCIFER – Abra os olhos!
ALICE – Você! Posso vê-lo! Você é lindo! Você é cheio de bondade...

PORNOGRAFIA E VÍCOS ZOMBAM.
LÚCIFER – Eu quero o seu bem. Quero ver você feliz. Vou te mostrar o caminho de luz. O caminho é ser feliz. Ame a vida. Ame a natureza. Abra teu corpo, tua alma e teu espírito para mim. A morte será apenas uma porta de entrada para um plano superior de muita luz. Você é uma iluminada!
ALICE – Eu me entrego a ti meu amigo! Me guie à este plano... posso saber o seu nome?
VÍCIOS – Capeta! (Risos)
LÚCIFER – Lúci.
ALICE – Oh, que nome de luz! Que nome de paz! Lúci!
LÚCIFER – Quero que ame! Faça muito amor. Não se poupe! Feche os olhos! Vou te apresentar mais um amigo. Ele estará com você em suas horas românticas. Você não poderá v^-lo agora. No futuro, você o verá. (à parte) Pornografia, venha! Use-a! Acabe com ela!
ALICE – Ele já está aqui, posso senti-lo em mim!
PORNOGRAFIA – Sim. (com voz feia) ops! (com voz bonita) Sim estou aqui...
ALICE – Não me abandone!
LÚCIFER – Jamais meu anjo. Agora volte. Volte e seja feliz. Antes vou te dar presentes espirituais. (Põe pesos nos pés dela) Você nos pertence! Volte! Volte menina de luz!  Nos encontraremos em breve! Muito em breve!

OS TRÊS ZOMBAM.
LÚCIFER – Vou acabar com ela! Ela é minha!Minha! (risos) Vou me retirar!

Cena 06: Crente?


Cena 07: Amarrados

LÚCIFER – (Analisando um mapa) Acabei de passar pelo oriente médio, próxima etapa, Canadá. Preciso dar uma passadinha por lá... (Entra Babilon)
BABILON – Majestade...
LÚCIFER – Trouxe-me notícias de Alenquer?
BABILON – Sim majestade!
LÚCIFER – Intriga e fofoca tiveram sucesso na missão?
BABILON – Vou deixá-los que respondam esta pergunta. Intriga, fofoca, entrem!
(Chegam amarrados)

 LÚCIFER – O que significa isso?
INTRIGA – Eles nos amarraram.
FOFOCA – Eles nos descobriram. Não pudemos fazer nada!
LÚCIFER – Incompetentes! Maldição! (Faz um gesto para que se soltem)
INTRIGA – Eles sabem o poder da oração! Não encontramos nenhuma brecha para agirmos.
FOFOCA – Tentei semear contenda através de fofocas, mas eles não abrem a boca  para falar um dos outros, são uma verdadeira família!
LÚCIFER – (Explodindo)Maldição!!!!!!!! (Faz um gesto em direção aos dois que explodem caindo para trás!) Vou matá-los! Vou destruí-los! Estão em meu território! Pornografia!  Vícios! Venham até aqui! Quero que peguem esta missão! Acabem com eles! Quero adultérios, fornicações, impurezas, alcoolismo e tudo que tiver direito! Vão! Babilon os acompanhará até lá! Não falhem nesta missão!
OS TRÊS – Sim majestade!
LÚCIFER – E vocês dois! Tem gente chegando agora, quero que o recepcione. É o seu Horácio. Será que sabem fazer pelo menos isso seus molóides? Vou me retirar! Vou me retirar!

Cena 08: O Certinho


Cena 09: Amarrados novamente

LÚCIFER – (Pensativo no trono)
BABILON – Mestre!
LÚCIFER – Entre Babilon!
BABILON – Trago boas notícias de Laras! Pornografia e Vicios estão tendo sucesso em sua missão! LÚCIFER – Maravilha!!!!
BABILON – Estão minando os casais, os namorados, os jovens...
LÚCIFER – Volte para lá Babilon! Continue o ataque!
BABILON – Sim majestade!
Blackout

Cena 10: Novas notícias

LÚCIFER – (No trono)
BABILON – Majestade!
LÚCIFER – Já era tempo! Mais notícias de Alenquer?
BABILON – Agora o pastor está resolvendo muitos problemas internos na igreja! Passa o dia atendendo o povo. À noite fica visitando os casais, pois o caos é muito grande! Quase ninguém está orando mais. Estão enfraquecendo!
LÚCIFER – Pornografia e Vícios estão trabalhando bem. Sendo assim, ordeno a conquista da cidade agora!
BABILON – Ainda não podemos majestade... temos um pequeno probleminha...
LÚCIFER – Que probleminha?
BABILON – Aquela velha, mãe do pastor. Não conseguimos faze-la parar de orar... é a única que permanece em guerra. Ora dia e noite. Já colocamos setas de enfermidades e nada! Ate doente a velhota ora!
LÚCIFER – Como podem perder para uma mísera velhinha? Vou mandar reforços! Intriga!
INTRIGA – Majestade!!!
LÚCIFER  -  Acompanhe Babilon, tenho um servicinho fácil prá você. Quero que ataque a velhota dia e noite. Não dê trégua!!!!  Podem ir!
Babilon – Não vamos decepcioná-lo majestade. A batalha está quase ganha!
(Saem)
Blackout

Cena 11: Mais reforços

(Lúcifer permanece no palco pensativo.)

BABILON – Majestade...
LÚCIFER – Vai falando Babilon! Sem rodeios...
BABILON – Estamos vencendo! Laras está quase conquistada!
LÚCIFER – Excelente Babilon! Após conquistar Alenquer, será fácil conquistar o estado todo. Pois em Alenquer, construirei o mais templo satanista da região. 
BABILON – O pastor ainda permanece forte contra nossas setas, ele não cai em pecado. Mas sua igreja está com tanto problema que ele os atende dia e noite. Quase não ora.
LÚCIFER – Então porque não o matam logo?
BABILON – Nosso antigo probleminha... a sua mãe... a velhinha continua orando.
LÚCIFER – A velhinha gagá? Não acredito. E o reforço que mandei?
BABILON – Ele a ataca sem tréguas, de dia e de noite, mas a fé daquela senhora só aumenta. Ela não para de orar! Está chegando anjos... existem inúmeros perto dela... não podemos chegar nem perto.
(Nesse momento chega intriga todo machucado e amarrado)
INTRIGA – Mestre....(Chorando)
LÚCIFER – Intriga, o que significa isso?
INTRIGA – Lei uma sóva da velha. Ela me amarrou e os anjos me deram uma surra!
LÚCIFER – (Faz um sinal em direção ao intriga e ele se solta) Não acredito! Destruíram quase toda a igreja e não conseguem fazer uma velha parar de orar?
INTRIGA – O poder nela é forte demais. Ela orar em línguas o dia todo. Só fica intercedendo. E tem mais, por causa das suas orações a igreja toda está intercedendo novamente. Estão se recompondo. Está chegando anjos por todos os lados.
LÚCIFER – Inacreditável! Vou enviar milhares de demônios também! Se querem luta, terão a maior de todas. Aqueles anjos insolentes! Vou convocar demônios guerreiros, legiões e legiões! Vamos ver quem vai ganhar! Vocês, podem voltar para lá. Quero que matem esta velha!
BABILON – Já tentamos matá-la, mas aquele versículo diz que  o maligno não pode tocá-la. Ela sabe disso e fala este versículo toda ora.
LÚCIFER – Agora é diferente. Podem ir, dentro de poucos instantes, meus exercitos estarão chegando. Vão, e vençam esta batalha!!!!

Cena 12: Babilon versus Miguel

Cena 13: Final

(Lúcifer está no trono pensando.)
FOFOCA – (Entra amarrado e machucado) Mestre... a batalha está sangrenta! Fui amarrado! Eles citaram meu nome e me amarraram bem na hora que estava lutando com um anjo e vencendo.
LÚCIFER – Aquele povo não tem poder prá isso!
FOFOCA – Foi os adolescentes, estavam jejuando e orando.
INTRIGA – (Entra amarrado e machucado) Ai que dor...
LÚCIFER – Mas que brincadeira é essa?
INTRIGA – Não é brincadeira... a batalha em Laras está sangrenta.... fui amarrado e expulso daquela região! Muitos demônios estão sendo expulsos! A igreja está orando! Eles sabem que algo está acontecendo.
LÚCIFER – Maldição dos Infernos!!!  Odeio estas orações!!! Isso é incompetência de vocês, aposto que os outros estão vencendo!
INTRIGA – Quando começamos a vencer, é quando o povo se cansa de orar. Daí vem alguem e motiva o povo novamente!
VÍCIOS – (Chega amarrado e machucado) Eu vou matá-los! Eu vou matá-los!
LÚCIFER – Até você Vicios?
VÍCIOS – Eles me amarraram e me expulsaram!
LÚCIFER – Que grande novidade...
VÍCIOS – O povo da igrejinha se juntou com outras igrejas, estão em campanhas,  se reúnem durante a semana nas casas. Agora cada igreja é uma casa. São pequenas igrejas na cidade toda. E todos orando muito!
LÚCIFER – Que desgraça é essa sobre mim??!!
VÍCIOS – Muitos estão indo para um retiro espiritual e largando seus vícios e se convertendo! É libertação pela cidade toda!!!!!!! Foi lá que fui amarrado!!!! E ainda por cima, levei uma surra de batalhões de anjos!
LÚCIFER – Tudo por causa daquela velha que não parava de orar.
PORNOGRAFIA – (Entra amarrado e machucado)  Mestre! Fui amarrado, mas trago boas notícias! Ai...
LÚCIFER – Você está muito machucado... ainda tem a coragem de me dizer que tem boas notícias?
PORNOGRAFIA – Sim, apanhei e fui amarrado. Foi uma campanha que fizeram de não sei quantas mil horas de oracao. Foi a pior coisa que presenciei em toda minha vida.  Mas a campanha acabou. 
LÚCIFER – Esta é a boa notícia?
PORNOGRAFIA – Eles de uma hora prá outra pararam de orar,  estamos ganhando de novo. Babilon ficou lá guerreando com os demônios que sobraram... acho que vão conseguir!
(Entra um anjo pegando Babilon pelo pescoço  e o joga perto do trono)
MIGUEL  – Aí está seu último general!!!!
LÚCIFER – Como ousa vir até aqui, Miguel?
MIGUEL – O Senhor que possui todas as chaves, inclusive as daqui me autorizou!
LÚCIFER – Pornografia, não disse que estávamos vencendo? Que tinham parado de orar?
BABILON – Sim, mas quando pararam de orar,  começaram a louvar. Um louvor que liberta. Fomos derrotados!
LÚCIFER – Vou matá-lo Miguel! (Desembainha sua espada)
MIGUEL – Não lutarei com você Satanás. O Senhor dos Exércitos é quem te destruirá com apenas um sopo de sua boca!
LÚCIFER – Você é um covarde! Mas vai chegar sua hora!!!
MIGUEL – Seu fim se aproxima, o  tempo já está quase esgotado. Tudo está se cumprindo, a figueira já produz seu fruto, o noivo está às portas!
LÚCIFER – Não!!!!!!!!! Preciso me apressar!!!!!
MIGUEL – Tudo está pronto!!!! O noivo já   está preparado para buscar sua noiva na terra.  Prepare-se, pois está vivendo seus últimos momentos. A qualquer hora  o povo de Deus será arrebatado!
LÚCIFER – Saia daqui! Saia!!!! (Miguel sai) Vocês! Levantem-se! Temos muito trabalho!  A noiva vai subir, os anjos não mentem. Existe uma grande agitação nos céus. Meu tempo esta findando, temos que trabalhar! Preciso levar muitas almas comigo. Vamos! Ao ataque!!!!! (Grita e acontece o blackout final )

    

CENA 01: FRACASSO

CENA 02: ENGANADO

CENA 03: JESUS

CENA 04: ATUALMENTE - BABILON

CENA 05: ALICE

CENA 06: CRENTE

CENA 07: AMARRADOS

CENA 08: CERTINHO

CENA 09: AMARRADOS NOVAMENTE

CENA 10: NOVAS NOTÍCIAS

CENA 11: MAIS REFORÇOS

CENA 12: BABILON VERSUS MIGUEL

CENA 13: FINAL

0 comentários:

Postar um comentário

Não utilize palavras de baixo calão ou algo que venha denegrir a imagem de alguém. Grato!

 
Top