(Banco de Praça)

Chato – (Chega e senta)
Moça - (Chega e senta)
(O rapaz mostra-se interessado, a moça apática)
Chato – É..... oi......  (embaraçado) isso é um relógio?
Moça – parece...
Chato – poderia me informar as horas?
Moça – (rindo zombeteiramente) 10 pras 6.
Chato – Brigado!
Moça – (Apenas acena com a cabeça)
Chato – (Continua interessado na moça) Você mora por aqui?
Moça – Aham...
Chato – Esperando alguém?
Moça – ( Olha para o livro que está tentando ler) Não.
Chato – ah... ta... (olha em volta) eu gosto de vir aqui. Ficar vendo as pessoas passarem. (Pausa) O seu pai é ladrão?
Moça – meu pai? Não...
Chato – Então como é que ele roubou o brilho das estrelas e colocou nos seus olhos?
Moça – Ai... Ai... (Vira para o outro lado) Moço, se não se importa, eu gostaria de ler.
Chato – Ah... ta... (pausa) pode me informar um caminho?
Moça – Pra onde?
Chato – para o seu coração!
Moça – Ah nem.....
Chato - (depois de pensar um tempo) Se beleza desce cadeia você pegaria prisão perpétua.
Moça - Se feiúra fosse crime, você pegaria pena de morte. (Pausa e continua a ler)
Chato - Eu não acreditava em amor a primeira vista. Mas quando te vi mudei de idéia.
Moça - Que coincidência! Eu não acreditava em assombração.
Chato - Nossa, não sabia que boneca andava!
Moça - E eu não sabia que macaco falava!
Chato - A gente já não se encontrou em algum lugar antes?
Moça - Já e é exatamente por isso que eu não vou mais lá. Olha, será que vou ter que sair daqui pra poder ler meu livro? O senhor está me incomodando.
Chato – eu só queria conhecer você...conversar um pouco.
Moça – Até que poderia ser possível...mas se o senhor conversasse direito...suas cantadas são péssimas.
Chato - (...) O que você está lendo aí?
Moça – eu vou responder, mas se for mais uma cantada idiota sua...
Chato – calma... só quero saber o que você está lendo...
Moça – “O caçador de pipas”, já leu?
Chato – não. Não li. (...) É bom?
Moça – (Lendo) aham...
Chato – (Pausa) Você gosta de chocolate?
Moça – Gosto, e muito!
Chato – Prazer, chocolate! (estende a mão) Eu sei que não sou nenhuma Casas Bahia...mas dou dedicação total a você!
Moça – Olha, eu não quero ser grossa com você, mas você já está me irritando.
Chato – Desculpe... não era minha intenção.
(O rapaz assobia uma música)
Moça – (Irritada com o assobio) Vai me deixar ler ou não?
Chato – Desculpe...  qual é seu problema hem?
Moça – Você.
Chato – Já sei, você tem namorado!
Moça – Eu estou apaixonada, perdida de amor.
Chato – E ele, também gosta de você?
Moça – Sim, ele me ama muito!!!
Chato – Ama a qual ponto?
Moça- A ponto de morrer por mim...
Chato – (Ri) Não existe amor assim.
Moça – Você está enganado! Existe sim...
Chato – Olha moça, você é muito gatinha... mas eu não morreria por você.
Moça – Mas, morreram por mim. Por amor, sem eu ter feito nada. Esse é Jesus Cristo. Ele amou o mundo de tal maneira que deu sua vida em uma cruz, por nós. E Ele morreu por você também. Ele o ama muito!
( Chato com cabeça baixa, olhando emocionado para o chao)
Moça – Pensa nisso tá? Vou indo... (Levanta e vai saindo)
Chato – Ei... você é um anjo... suas palavras tocaram muito meu coração.
Moça – (Rindo muito simpática) Começou a melhorar... gostei! (Sai)

0 comentários:

Postar um comentário

Não utilize palavras de baixo calão ou algo que venha denegrir a imagem de alguém. Grato!

 
Top