AUTOR: NAN BREVES




(A peça começa numa reunião de Satanás com seus anjos caídos, onde o assunto era sobre a campanha do pecado pelo mundo e como estava a luta para impedir que a mensagem do Evangelho entrasse nos Países totalmente dominado por ele)



MÚSICA DE ABERTURA



Narração - O diabo só veio para roubar, matar e destruir. Eu vim para que tenham vida e vida com abundância. Pois que aproveitaria o homem ganhar o mundo todo e perder a sua alma? Ou o que daria o homem pelo resgate de sua alma? Estais vós também apercebidos, pois o filho do homem há de vir a hora em que não penseis.



CENA 1


(Num trono, Satanás sentado e seus escravos a sua direita e a sua esquerda. Luz penumbra - som /suspense)



SATANÁS - Espero grandes notícias e que todos vocês tenham se esforçado o máximo para me trazer palavras de prazer e começaremos com o príncipe do Alasca, o que tens para me dizer?



ALASCA - As melhores notícias que vossa majestade poderia ouvir!



SATA - Então vamos a elas! Algum esquimó já ouviu sobre o livro preto?



ALASCA - Não, majestade!



SATA - Que maravilha!



ALASCA - Nenhum! Tenho providenciado para que isso nunca aconteça.



SATA - Houve alguma tentativa? Alguém já tentou entrar?



ALASCA - Alguns tentaram, mas os seus esforços foram frustrados antes que aprendessem uma única palavra do idioma.



SATA - Conte-me como aconteceu! Preciso regozijar!



ALASCA - Eu estava percorrendo os meus domínios em toda sua extensão, e resolvi penetrar pelo círculo Ártico a fim de visitar uma das tribos mais isoladas daquela região. Foi quando me surpreendi com dois missionários vindos do outro lado do mar. Desembarcaram e com seus trenós puxados por cães, já estavam bem no coração do meu reino e com destino à maior tribo, localizada dentro do círculo Ártico.



SATA - E o que você fez? Vamos diga!!



ALASCA - Rapidamente reuni as hostes das trevas e sob o meu comando efetuei um concílio. Chegamos a uma conclusão da maneira mais fácil de pará-los...



SATA - Qual foi? fale!



ALASCA - Seria congelá-los até a morte!



SATA - Genial, meu príncipe! E como fizeram isso?



ALASCA - Sabendo que eles estavam viajando rumo à uma tribo distante, e que seria preciso um mês inteiro para cruzarem os campos congelados, começamos imediatamente as operações. Eles, com os corações inflamados pelo desejo de tornar a mensagem conhecida. Os missionários avançavam corajosamente no gelo, mas o nosso plano foi perfeito e vindo eles com uma carga de alimentos, passaram por uma camada fina de gelo, e afundou nas águas profundas. Cansados e exaustos eles prosseguiram bravamente...



SATA - Fale sem enaltecer seus méritos.



ALASCA - Sim majestade! A situação tornou-se desesperadora, ainda tinham três semanas de viagem e eram novatos nas vastas terras do norte, e não estavam aptos para aquilo. Finalmente, quando já estavam sem alimento, e resolvido a desistir, dei uma ordem aos que estavam comigo e o vento começou a soprar, uma pesada tempestade de neve caiu, e antes do amanhecer, graças ao fato de tu, senhor meu, seres o príncipe da potestade do ar, os corpos dos missionários estavam congelados e duros pela morte.



SATA - Magnífico!! Excelente!! Esplêndido! Tu me serviste bem, meu príncipe do Alasca! E tu príncipe do Tibete, o que tem para mim?



TIBETE - Tenho uma história que muito deleitará vossa majestade!



SATA - Houve alguma tentativa de invadir o teu reino?



TIBETE - E como!



SATA - Explique isso melhor!



TIBETE - Eu estava cuidando dos meus deveres no coração do Tibete, quando veio a mim a notícia de que uma sociedade estava organizando uma equipe para trazer o evangelho ao meu território. Meu senhor, logo me pus em vigilância. Convoquei as minhas forças e discutimos toda a situação. Concordamos sobre um plano que prometia sucesso.



SATA - Continue!



TIBETE - Com muita ousadia, dois homens enviados por essa sociedade, atravessaram a China e ultrapassaram os limites da fronteira, penetrando na terra proibida.



SATA - E o que aconteceu?



TIBETE - Permitimos que avançassem cerca de três dias de viagem, e então na tarde do quarto dia, quando começava a escurecer, dois selvagens saltaram sobre eles...



SATA - Que maravilha! Continue.



TIBETE - Os missionários lutaram desesperadamente pelas suas vidas, até que finalmente um deles foi arrastado e morto.



SATA - E o outro? E o outro?



TIBETE - O outro, protegido por forças invisíveis e incapazes de ser vencidas, escapou de alguma maneira.



SATA - Escapou! Escapou! E ele anunciou a mensagem aos tibetanos?



TIBETE - Não, meu senhor! Não teve oportunidade. Antes que pudesse aprender uma só palavra do idioma, nossas hostes o colocaram perante os nativos, foi julgado e condenado.



SATA - Como assim?



TIBETE - Oh, uma cena que teria enchido de gozo vossa majestade.



SATA - Conte-me, conte-me!



TIBETE - Costuraram-no em um couro úmido e puseram-no ao sol para secar. Ficou ali durante três dias, com os ossos estalando lentamente enquanto a pele encolhia, até que por fim morreu. (Aplausos e brados de viva, todos se inclinam perante Satanás)



SATA - Estou regozijando e espero continuar desse jeito... e agora vamos ouvir o meu príncipe do Afeganistão.



AFEGANISTÃO - Isso ainda sou, majestade, embora reconheço que se não fosse os meus fiéis seguidores, duvido que ainda seria.



SATA - Vejo que houve alguma tentativa nos teus domínios?



AFEGA - Sim, meu senhor.



SATA - Conte-me tudo! Silêncio!



AFEGA - Observávamos o avanço deles ; eram quatro. Temos um cartaz na fronteira que diz: "É absolutamente proibido cruzar a fronteira para o território do Afeganistão". Eles se ajoelharam em volta do cartaz e oraram; porém, apesar disso, as nossas forças prevaleceram. A quinze metros do cartaz, sobre um penhasco estava sentado um guerrilheiro Afegão. Eles oraram e entraram na terra proibida. O sentinela permitiu que dessem uns vinte passos, e então, como um relâmpago, três tiros foram disparados, e três missionários caíram ao chão, dois mortos e o terceiro ferido. Seu colega o arrastou apressadamente de volta para a fronteira, onde em breve agonia, morreu.



SATA - Que maravilha!! E o outro, o que fez depois?



AFEGA - O que sobreviveu, sentiu medo e fugiu sem olhar pra trás.



SATA - Grande mensagem! (Aplausos)



PÉRSIA - Majestade! Por que tanto te empenhas em impedir que o conhecimento da mensagem penetre nesses nossos impérios?



SATA - Boa pergunta, meu príncipe da Pérsia!



PÉRSIA - Digo isso, porque os reinos do príncipe da India, da China e da África, estão sendo invadidos por forças poderosas, e que os homens estão se entregando a Cristo todos os dias.



SATA - Ah, sei disso. Explicarei porque tenho tantos ciúmes das terras fechadas. Existem diversas profecias da parte do nosso Arquiinimigo, que podem ser resumidas nesta frase: "E este evangelho do reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as nações, então virá o fim". É perfeitamente claro que o Deus desses missionários, está visitando os gentios influenciados por nós para formar dentre eles um povo para o seu nome; e após isso, segundo Ele mesmo disse, "Voltarei..."Os discípulos serão tirados dentre as nações sob o nosso controle! Ora, sei que Jesus Cristo voltará, e enquanto Ele não vem vamos tentar fechar todas as saídas nos Países e continentes que pudermos e quanto mais essa mensagem não chegar a esses ouvidos, mais levaremos para o inferno conosco.



VIETNÃ - Majestade!



SATA - Fala meu príncipe do Vietnã!



VIETNÃ - E eu duvido que Ele tenha coragem de voltar e deixar tanta gente !



SATA - O dia e hora ninguém sabe, mas Ele voltará sim de qualquer maneira, pois Ele disse que a porta é estreita e poucos são os que a encontram. Nós ficaremos com a ralé e Ele com a qualidade.



VIETNÃ - Vamos multiplicar os nossos esforços para que essa mensagem não entrem nos nossos territórios.



SATA - Príncipe do Camboja!



CAMBOJA - Até agora em meu território nenhum Cambojano teve conhecimento pessoal da salvação em Cristo. Cuidaremos para que assim continue, majestade.



SATA - Muito bem!! Sejamos mais vigilantes, e frustremos cada tentativa de penetração nas terras fechadas. (Aplausos e B.O - MÚSICA)



NARRAÇÃO



Cinqüenta anos se passaram. Incansável, satanás continuava com seus planos macabros, de lutar contra o Maior de todos, contra o Supremo, o Verdadeiro, o Único que tem o poder nos céus, na terra e embaixo da terra. O nome que está acima de todos os nomes... JESUS CRISTO. Perturbado, algo incomodava o príncipe das trevas...



CENA 2 - (Satanás sentado, manda que entrem seus príncipes)



SATA - Não pode ser! Eles descobriram o meu plano!! Odeio quando falam aquela palavra..."evangelizar"! Eles não podem nos vencer! Somos mais fortes e perversos... Esses missionários só pensam em penetrar nas regiões e áreas não ocupadas, onde Cristo não é conhecido! Nós sabemos muito bem o que nos espera quando Ele voltar.



BRASIL - Majestade!



SATA - Fala príncipe do Brasil! O que tem de bom pra dizer?



BRASIL - Sabemos que o evangelho já entrou há muitos anos na maioria dos Países do continente americano, mas apesar disso tudo, o povo continua perdido.



SATA - Como assim?



BRASIL - A entrada do evangelho não quer dizer que estamos derrotados, nós já sabemos que uma hora Ele há de voltar, mas o nosso objetivo é que uma maioria se perca e que seja condenado junto conosco.



SATA - É verdade, prossiga!



BRASIL - Nós criamos muitas seitas e religiões, como a macumba, muito conhecida assim no Brasil, o candomblé, a seicho-no-ie, o espiritismo do Alan Cardec e fizemos com que essas seitas fossem aceitas pelo catolicismo e que houvessem uma armonia entre elas e com isso alcançamos o nosso objetivo de servirem a nós, e muitos seres humanos estão nos seguindo através dessas seitas.



SATA - Precisamos de mais esforços, de mais destruições!



BRASIL - Estamos nos esforçando ao máximo, temos levado pessoas do candomblé, macumba, espiritas e videntes nas televisões e com isso muitos estão se perdendo através desses coitados usados por nós.



SATA - Mas precisamos de muito mais de toda a legião que atua contigo. Príncipe dos Estados Unidos, o que me diz?



USA - Majestade, conseguimos colocar um líder no poder naquele país, acabamos com a leitura da bíblia nas escolas e escandalizamos um presidente num ato sexual com sua secretária. Além de destruirmos as torres gêmeas do W.T.C com a ajuda do príncipe do Afeganistão e do Iraque.



SATA - Como estão as nossas igrejas cristãs?



USA - Em acelerado crescimento, estamos pregando a prosperidade e o materialismo tem entrado nesses corações.



BRASIL - No Brasil também, estamos indo a todo vapor e temos conquistado redes de televisões, rádios, jornais e construído grandes catedrais para aumentar a arrecadação.



SATA - Príncipe do México! Alguma novidade?



MÉXICO - Estamos no mesmo, há igrejas evangélicas, mas a maioria do povo continua na idolatria e com isso o nosso domínio tem sido fácil.



NARRAÇÃO



A mensagem da cruz está sendo pregada e o povo não tem dado crédito a Palavra de Deus. O mal será derrotado no dia do Senhor e lamentações acontecerão por todo o mundo, num dia sombrio e triste para toda a humanidade.



CENA 3 (Satanás reúne todos para uma ordem final)



SATA - Príncipe do Alasca, levante-se!



ALASCA - Sim, meu senhor!



SATA - Eles conseguiram entrar em seus domínios?



ALASCA - Majestade, eu gostaria...



SATA - Responda-me, já! Aqui só eu gosto ou não! Eles entraram?



ALASCA - Sim, meu senhor, entraram.



SATA - Como!? Idiota! Por que você não guardou melhor o meu império?



ALASCA - Fizemos o melhor ao nosso alcance, majestade! Mas tudo foi inútil.



SATA - Você não tinha congelado dois missionários e destruído outros?



ALASCA - Foi a partir desse episódio que tudo começou a desmoronar.



SATA - Explique-se!!



ALASCA - Os corpos congelados dos dois primeiros missionários foram descobertos. Isso colocou as igrejas em chamas, jejum e oração constantemente e outros missionários se apresentaram.



Muitos foram mortos, mas apesar de tudo, eles conseguiram penetrar no território.



SATA - Simplesmente conseguiram?



ALASCA - Com o poder da oração eles eram guardados e protegidos por legiões de anjos, e por isso não pudemos expulsá-los.



SATA - E como está agora o território?



ALASCA - Hoje há milhares de esquimós servindo ao nosso Arquiinimigo Jesus Cristo.



SATA - Não me fale esse nome!!



ALASCA - Perdão majestade. E outros milhares estão recebendo a mensagem.



SATA - Tudo perdido! Príncipe do Tibete, levante-se! Espero que tenhas um melhor relatório a apresentar.



TIBETE - Infelizmente...



SATA - Infelizmente!?



TIBETE - Lamento não ter boas informações.


SATA - O nome Dele foi ouvido em teus domínios?



TIBETE - Nenhum poder teria podido evitá-lo. Há um movimento com a finalidade exclusiva de enviar missionários aonde nenhum outro chegou. Usamos armadilhas, fome, enfermidades, mas foi tudo inútil!



AFEGANISTÃO - Majestade, eles estão orando com mais intensidade.



SATA - Pelo jeito, o príncipe do Afeganistão também tem péssimas notícias? Se falhastes, não sei o que será do meu reino! (Silêncio)



AFEGANISTÃO - Entraram, senhor!!



SATA - Fostes fiel a mim?



AFEGA - Sim, meu senhor! Fizemos o máximo ao nosso alcance. Até cerca de um tempo atrás nenhuma alma tinha ouvido ainda a mensagem da cruz. Porém dois jovens foram enviados e...



SATA - Não pode ser!!



AFEGA - A igreja inteira entrou em oração. Os anjos protegiam esses missionários. Combatíamos contra eles, mas não podíamos resistir-lhes, tal o poder das orações.



SATA - Não acredito!



AFAGA - Um homem aceitou a Cristo, e outros o seguiram nesse detestável gesto.



Nada pudemos fazer para impedir.



SATA - Milhares tem dobrado seus joelhos perante Cristo na Índia e na China, mas as notícias que acabo de ouvir são as piores de todas. Eu não tenho certeza, mas acho que se dominarmos o máximo, Ele não terá coragem de voltar, mas com essa situação se agravando desse jeito, eu não sei não!!



AFEGA - E o que será de nós?



SATA - Pouco tempo nos resta.



TIBETE - E o que faremos?



SATA - Continuaremos o nosso trabalho, a bíblia diz que eu só vim para roubar, matar e destruir, então não tenho nada a perder mesmo, vamos continuar e sem parar, até levar o máximo de almas para o fogo eterno.



TIBETE - Mas, majestade...



SATA - Aprenda a fazer sem pensar nas conseqüências, faça e esqueça do dia seguinte, porque a ordem é destruir antes de ser destruído. (Música - B.O)



NARRAÇÃO



A vinda do Senhor poderá acontecer a qualquer momento, e que o mesmo Senhor nos encontre em prontidão. Sabemos que muitos não subirão com Cristo e que sofrerão as conseqüências desse grave erro. Maranata! Ora vem Senhor Jesus! Que venha aquele que nos comprou com seu sangue precioso e pagou um alto preço por amor de todos nós.

0 comentários:

Postar um comentário

Não utilize palavras de baixo calão ou algo que venha denegrir a imagem de alguém. Grato!

 
Top