Lázaro
por Rogério Cericatto
PERSONAGENS:

Narrador
Maria
Jesus
Discípulos
Marta
Povo

INÍCIO:

NARRADOR: Estava então enfermo um certo Lázaro, de Betânia, aldeia de Maria e sua irmã Marta. E Maria era aquela que tinha ungido o Senhor com ungüento e lhe tinha enxugado os pés com seus cabelo: cujo irmão Lázaro estava enfermo (pausa). Mandaram então que suas irmãs Maria e Marta fossem ter com Jesus. E chegando a Ele lhes disseram:

MARIA: Senhor, eis que estás enfermo aquele que tu amas.

NARRADOR: E Jesus ouvindo isto disse:

JESUS: Esta enfermidade não é para a morte, mas para a Glória de Deus, para que o filho de Deus seja glorificado por ela.

NARRADOR: Ora Jesus amava a Marta, sua irmã e Lázaro. Ouvindo pois que estava enfermo, ficou ainda dois dias no lugar onde estava (pausa) Depois disto disse aos discípulos:

JESUS: Vamos outra vez à Judéia.

DISCÍPULOS: Rabi, ainda agora os Judeus procuravam apedrejar-te e tornas para lá?

JESUS: Não há doze horas no dia? Se alguém andar de dia, não tropeça, porque vê a luz. Lázaro o nosso amigo dorme, mas vou despertá-lo do sono.

DISCÍPULOS: Senhor, se dorme, está salvo.

NARRADOR: Mas Jesus dizia isto da sua morte e eles pensavam que ele falava do repouso do sono. Então Jesus lhe disse claramente:

JESUS: Lázaro está morto.

NARRADOR: Quando Jesus chegou à Betânia, fazia quatro dias que Lázaro estava no Sepulcro. E Marta foi a seu encontro.

MARTA: Senhor, se tu estivesse aqui meu irmão não teria morrido. Mas sei que tudo quando pedires ao pai, ele o concederá.

JESUS: Teu irmão há de ressuscitar. Eu sou a ressurreição e a vida, quem crê em mim, ainda que esteja morto viverá. E todo aquele que vive e crê em mim, nunca morrerá. Crês tu isto?

MARTA: Sim Senhor, creio que tu és o Cristo, filho de Deus, que havia de vir ao mundo.

NARRADOR: E dito isto saiu a chamar Maria e com ela os Judeus que a consolava. (pausa) Jesus chegando ao sepulcro viu todos a chorar e perturbou-se e disse:

JESUS: Onde pusestes?

POVO: Senhor, vem e vê.

NARRADOR: "Jesus chorou"

POVO: Realmente ele o amava.

NARRADOR: Chegando Jesus, junto ao sepulcro disse:

JESUS: Tirai a pedra.

MARTA: Mas Senhor, já cheira mal, pois à quatro dias está ai.

JESUS: Não te ei dito que se creres, verás a glória de Deus?

NARRADOR: E então tira a pedra e Jesus erguendo os olhos para o céu disse:

JESUS: Pai, graças te dou por me haveres ouvido, bem sei que sempre me ouves. Mas digo isto para que creiam que tu me enviaste.

NARRADOR: E tendo dito isto, chamou em grande voz:

JESUS: Lázaro, sai para fora.

NARRADOR: E Lázaro saiu e muitos se maravilharam e creram que Jesus era o Cristo, filho do Deus vivo, e este é apenas um dos milhares de Sinais e Bênçãos que Jesus realizou e realiza ainda hoje...

FIM

0 comentários:

Postar um comentário

Não utilize palavras de baixo calão ou algo que venha denegrir a imagem de alguém. Grato!

 
Top