Autor: Christopher Garcia

PERSONAGENS:
- CLAVELITA
- SOLIDÃO
- A RAIVA
- DESESPERO
- CULPA
- JESUS
(Luzes apagadas. Luz mostra Dim indo clavelita caminhava pela rua)
Clavelita: Você tem bom dia estou muito feliz. Eu ouço o canto dos pássaros, sentir o cheiro das flores, posso realmente sentir a grande criação de Deus a cada passo que eu dou. (Naquela época, você conhece alguém) Hi, how are you? meu nome é cCavelita, você gosta do seu nome?

Solidão: Eu sou a solidão.

Clavelita: Solidão?

Solidão: Sim, eu posso fazer as pessoas sentir-se triste e vazia, eu posso chegar em minhas mãos um monte de gente quer se matar. Eu sou uma arma eficaz para alcançar a destruição de pessoas, mas eu me sinto tão sozinho que até eu quero morrer. Esse sou eu, a solidão.

Clavelita: Solidão, se eu me encontrar sozinho e eu também não sei o que eu tenho, mas estou muito triste, eu não me importo o canto dos pássaros eo cheiro das flores, eu estou triste. (Ele conhece uma outra pessoa). Hey, você gosta do seu nome?

Raiva: Eu sou a raiva. E eu tenho muita raiva dentro de mim eu posso fazer as pessoas vêm para odiar e vingar o meu primo. Eu posso fazer as famílias destruir uns aos outros, que os pais batem em seus filhos sem piedade e que as crianças se envolver em coisas ruins na raiva que eles têm contra os pais. Às vezes, até eu dar raiva.

Clavelita: Eu sinto que odiar alguém, há tantas pessoas que eu fiz de errado, eu preciso odiar alguém. Veja se você me apresentar a sua vingança primo. (Encontrar alguém). Olá, você é quem você é?

Desespero: Oi, eu desespero. Eu posso fazer as pessoas chorar e encontrar soluções para os seus problemas, graças a meu povo tornar-se pessimista e cego e morrer de desespero, de pensar são loucos.

Clavelita: Não há solução para mim, eu estou desesperado, sozinho e com muita raiva em meu coração eu não quero rir e eu não estou feliz, tenho vontade de gritar e chorar. (Encontrado com outra pessoa) E você, quem você buabuabua?

Culpa: Eu sou o mais forte de todos, eu sou o culpado, eu posso fazer uma pessoa se sentir solitárias porque fez algo errado no passado e não perdoou, ou ter raiva de si mesma ou alguém fez alguma coisa errada contra ela. E, finalmente, posso dar às pessoas desesperadas para viver com esse sentimento dentro de si, eu o completamente aniquilada, e saber que eu sou o culpado.

Clavelita: Se eu sei que tenho que culpar meus pais, da luta, eu tenho a culpa de ser tão ruim. Você sabe que eu tenho um desejo de morte? (O Inca, no momento que uma pessoa entra a luz que brilha)

Jesus: Olá clavelita. O que você tem?

Clavelita: Olá, eu sou sozinho ninguém me quer, eu estou cheio de raiva e desespero, eu queria gritar eo pior é que eu tenho a culpa de tudo de ruim que acontece no mundo (conjunto de chorar). Então, quem é você?

Jesus: Eu sou Jesus, e não se preocupe, não se sinta culpado, se você acreditar em mim tudo o que você fez de errado é perdoada, e não têm culpa. Nem sentir desespero, porque tudo o que você me vou fortalecer-te, e não temerei mal porque eu dei meu sangue por você. Nem sentir raiva, não se esqueça de me muito ser o Criador bater, minha própria criação me tratou mal, mas eu os perdôo e eu também dei o meu sangue por cada um deles para que, quando eles se arrependem e reconhecem-me como o Senhor vivo me no céu. E não se sinta sozinho, porque eu te amo e sempre estarei com você e não vou deixar você, porque você é minha filha e eu te amo.

Clavelita: Obrigado Jesus, estou de volta, finalmente, feliz e alegre obrigado por se livrar desses títulos, apenas o que você poderia ter feito, obrigado, meu Senhor.

Jesus: (para o público) Eis que estou à porta do seu coração e bato: se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele e ele comigo. E você vai curar seu coração e eu vou ser um filho e você sentou-se comigo no meu trono e eu vou cuidar de você para sempre.

(Todos os outros curvar a Jesus)

Roteiro Original:

(Luces apagadas. Una luz tenue muestra a clavelita que va caminado por la calle)
Clavelita: Hay que lindo día estoy tan feliz. Escucho el cantar de los pájaros, siento el olor de las flores, realmente puedo sentir la gran creación de Dios a cada paso que doy. (En ese momento se encuentra con alguien) Hola, ¿cómo estas? mi nombre es cCavelita, ¿tú como te llamas?
La soledad: Yo soy la soledad.
Clavelita: ¿La soledad?
La soledad: Si, yo puedo hacer que las personas se sientan tristes y vacías, en mis manos puedo conseguir que mucha gente quiera matarse. Yo soy un arma eficaz para lograr la destrucción de las personas, pero me siento tan sola que hasta yo misma quiero morir. Esa soy yo, la soledad. 
Clavelita: La soledad, si yo también me encuentro sola y no sé que tengo pero estoy muy triste, ya no me importa el cantar de los pájaros ni el olor de las flores, estoy triste. (Se encuentra con otra persona). Hola, ¿tú como te llamas?
La Ira: Yo soy la ira. Y tengo mucha rabia dentro de mi puedo hacer que las personas lleguen a odiarse y busquen a mi prima la venganza. Puedo hacer que familias se destruyan unos a otros, que padres golpeen sin piedad a sus hijos y que los hijos se dediquen a cosas malas por la rabia que tienen contra sus padres. A veces hasta yo misma me doy rabia. 
Clavelita: Siento ganas de odiar a alguien, hay tantas personas que me hicieron mal, necesito odiar a alguien. A ver si me presentas a tu prima la venganza. (Encuentra a otra persona). Hola, ¿y tú quien eres?
La desesperación: Hola, soy la desesperación. Yo puedo hacer que las personas griten y no encuentren soluciones a sus problemas, gracias a mi las personas se vuelven pesimistas y ciegas y mueren de desesperación, hasta creo que se vuelven locas.
Clavelita: No hay solución para mi estoy desesperada, sola y con mucha ira en mi corazón ya no quiero reír y no soy feliz, Tengo ganas de gritar y llorar. (se encuentra con otra persona) Y tú, ¿quien eres buabuabua?
La Culpa: Yo soy la mas fuerte de todas, soy la culpa, Yo puedo hacer que una persona se sienta sola porque hizo algo malo en su pasado y no se perdona, o tenga ira por si misma o por alguien mas que hizo algo malo contra ella. Y por ultimo puedo dar desesperación a las personas por vivir con este sentimiento dentro de ellas, Yo las aniquilo completamente, y sabes que yo soy la culpable. 
Clavelita: Si lo sé yo tengo la culpa de que mis padres se pelearan, yo tengo la culpa de haber sido tan mala. ¿Sabes que tengo ganas de morir? (Se inca en ese momento, entra una persona con la luz resplandeciente)
Jesús: Hola clavelita. ¿Que tienes?
Clavelita: Hola, estoy sola nadie me quiere, estoy llena de ira y de desesperación tengo ganas de gritar y lo peor es que yo tengo la culpa de todo lo malo que pasa en este mundo (se pone a llorar). ¿Y tú quien eres?
Jesús: Yo soy Jesús, y no te preocupes no te sientas culpable, si crees en mi todo lo malo que hiciste te es perdonado, ya no tengas culpa. Tampoco sientas desesperación porque todo lo puedes conmigo que te fortalezco, y no temerás mal alguno porque di mi sangre por ti. Tampoco sientas ira, no te olvides que a mi me golpearon mucho siendo el Creador, mi propia creación me trato mal, pero yo los perdono y también di mi sangre por cada uno de ellos para que cuando se arrepientan y me reconozcan como su Señor vivan conmigo en el cielo. Y tampoco te sientas sola por que yo te amo y siempre estaré contigo y no te dejare porque eres mi hija y yo te amo. 
Clavelita: Gracias Jesús, por fin vuelvo a estar feliz y gozosa gracias por librarme de estas ataduras, solo Tú lo podrías haber hecho, gracias mi Señor.
Jesús: (Dirigiéndose al publico) He aquí, yo estoy a la puerta de tu corazón y llamo; si alguno oye mi voz y abre la puerta, entraré a él, y cenaré con él y él conmigo. Y sanare tu corazón y tú me serás por hijo y te sentaras conmigo en mi trono y yo te cuidare por siempre. 
(Todas las demás personas se postran ante Jesús)

0 comentários:

Postar um comentário

Não utilize palavras de baixo calão ou algo que venha denegrir a imagem de alguém. Grato!

 
Top