AUTOR: Grupo de Teatro Atos

INTRODUÇÃO: "A vida de todo o cristão é como uma corrida onde temos o ponto de partida, quando aceitamos a Jesus, os obstáculos onde as vezes olhamos para trás e pensamos em desistir no meio do caminho e finalmente a grande chegada onde o prêmio são grandes bênçãos do SENHOR. Assim é a vida da nossa jovem Marina, será que ela conseguirá chegar até o final será que ela vai Ter "CORAGEM PARA SERVIR?" 

Maria - Filha tá na hora de ir para escola! Anda você já tá atrasada. (é interrompida) 

Marina - Já to indo. Tchau mãe! 

Maria - Vai com Deus e cuidado

Marina sai apressada mas encontra Sara uma amiga da igreja que a muito tempo não via Sara - E aí Marina!! 

Marina - Sara!!! (espantada) 

Sara - Em carne e osso. 

Marina - Mas o que aconteceu? 

Sara - Ah! Marina eu tô curtindo as maravilhas da vida, e você o que tá fazendo da sua "life".

Marina - Eu estou é trabalhando muito na obra do Senhor e... (é interrompida) 

Sara - Ah!! já tinha me esquecido que você é crentinha. Meus pêsames cara amiga! 

Marina - Mas Sara você foi criada na igreja. 

Sara - Falou certo "fui" não sou mais, e vamos parar com esse papo de crente que não é comigo, tá afim de uma viagem alucinante?? 

Marina - Para onde?? 

Sara - Ah! Marina larga mão de ser "look" vai me dizer que você não sebe do que eu tô falando? De baseado, fumo, droga entendeu? DRO-GA!! 

Marina - Mas Sara! o que aconteceu? Não acredito. Não, eu não preciso disso para ser feliz eu tenho Jesus. Sara - Tá, tá, já vai começar tudo de novo? Pára com isso e pega logo vai experimenta. Você vai viajar

Marina - Não eu não quero. 

Sara - Só!! 

Marina - Sara quer ir comigo na igreja, sábado os jovens vão se reunir para discutir sobre um acampamento, você vai ser bem vinda lá. 

Sara - É eu vou ver se minha agenda não estiver cheia...acho que vou sair com uns mané aí. 

Marina - Sara, agora eu tenho que ir porque eu já estou atrasada para minha aula de matemática

Sara - Falô Marina, eu bato um fio no seu barraco! 

Uns amigos de Marina vem ao seu encontro. 

Amigo 1 - Olha lá a crentinha. 

Amigo 2 - O Marina porque que você esta andando devagar? 

Amigo 3 - É porque a bíblia está pesada pessoal! E o pastor esta roubando muito dinheiro?? hahahaha

Marina - Pára gente, pára por favor. 

(Os "amigos" correm tirando sarros) 

Marina volta em cena. 

Marina - Ai, hoje eu não consegui prestar atenção na aula de matemática... 

Beto - Marina!? 

Marina - Oi Beto, tudo bem? 

Beto - Tudo, eu quero te apresentar minha namorada Priscila

Marina - Oi! 

Beto - Esta é minha amiga Marina. 

Priscila - Oi, prazer em te conhecer. 

Beto - Mas, Marina porque você esta triste... 

Priscila - Ah!! Desculpa interromper mas é que eu estou atrasada para o pré-natal..... Ah! Amor depois você passa lá em casa para saber sobre o nosso filhinho. 

Beto - Continuando Marina por que você está triste? 

Marina - Sabe Beto, eu não agüento mais aqueles que dizem ser meus "amigos" e ficam tirando sarro de mim pôr eu ser evangélica. 

Beto - É claro, Marina eu já te disse que esse negocio de ser crente não leva a nada, olha só pra mim! Corpo esbelto, todos me adoram. 

Engravidei aquela menina, e dai? Não foi a primeira e não será a última. Se eu fosse um de vocês crentes teria que casar ali na marra, e tem outra eu saio a hora que eu quero chego a hora que eu bem entender... e se meus pais falam alguma coisa eu meto a mão na cara... tão pensando o que. Quem manda lá em casa sou eu! 

Marina - Mas, Beto não é assim que a bíblia nos ensina e... 

Beto - Ih, Marina já vem com esse papo de crente. Tô caindo fora tchau! 

Marina - Mas, Beto espere... 

Beto - Tchau! 

Marina começa a chorar. 

Marina - Mas Senhor o que está acontecendo, você se esqueceu de mim? Eu não sinto mais a sua presença tu estas longe, não consigo falar do teu amor para ninguém... (é entoado o hino Força pra viver aqui) forcas, eu preciso de forças pra viver, fala comigo Senhor, eu quero sentir o Senhor pertinho de mim, eu preciso ouvir a sua voz, fala comigo Senhor. 

Senhor - Marina... 

Marina - És tu Senhor?! (caindo ajoelhada) 

Senhor - Marina... 

Marina - Fala Senhor... 

Senhor - Sempre estive ao seu lado e sempre estarei e ainda pensas em desistir? 

Marina - Mas Senhor eu sou incapaz... 

Senhor - Não digas "sou incapaz" porque eu te capacito, eu venci o mundo e tu vencerás também e verás a manifestação do meu poder. 

Marina - A Senhor por isso que eu não desisto de Ti.... 

Sara entra gritando e chorando.... 

Sara - Marina, Marina olha isso, olha..... 

Marina lê. 

Marina - Sara você está com o vírus HIV. 

Se abraçam e começa a chorar. 

Sara - Marina o que eu faço, o que eu faço? 

Marina - Eu conheço um medico que é o Medico dos médicos que é Jesus Cristo volta para Jesus. 

Sara - Me leva até Ele por favor. 

Marina - Eu vou te levar até a casa do pastor e lá você vai encontrar a Jesus. 

Sara - Vamos agora, vamos... 

Narrador -.E Marina fica abalada com essa triste notícia. Mas ela confia num Deus que é o Deus do impossível que dá a ela a coragem para servir. Esse Deus que dá vista aos cegos, que faz paralíticos andarem e que com certeza fará este milagre na vida de sua amiga..... 

(Passa-se o tempo) 

Marina - Senhor eu te agradeço pôr tudo o que fizeste em todo esse tempo pela vida do Beto que assumiu o seu compromisso com a Priscila e hoje eles fazem uma família feliz que te serve, te agradeço também pôr me libertar da minha timidez e ter me feito uma missionária, Senhor eu te agradeço também pela vida da Sara que largou das drogas e ... 

Sara entra gritando e sorrindo. 

Sara - Marina, Marina olha isso acabei de receber e quis que você fosse a primeira a saber. 

Marina - Sara você foi curada! Se abraçam e começam a glorificar a Deus. 

Sara - Eu fui curada, eu fui curada. As duas saem conversando.... 

Marina - Mas, me conta como foi isso? 

Sara - Eu resolvi fazer outro exame... 

Narrador - Marina confiou no Deus do impossível e teve muita, muita "Coragem para servir".

Ao fim todo grupo canta o hino " Sem Limites" de Aline Barros. 

0 comentários:

Postar um comentário

Não utilize palavras de baixo calão ou algo que venha denegrir a imagem de alguém. Grato!

 
Top