Autor: Leandro Ambrósio


A esquete inicia-se com os bonecos se posicionando em posição estática de verdadeiros marionetes, (a forma de movimentar o corpo neste momento é muito importante.) 

Entra uma pessoa falando indignada: que na sociedade em que vivemos temos sido marionetes na mão do Diabo, fazendo coisas que sempre põe Deus em segundo plano se é que lembramos dEle, pessoas que tem vivido só pra festas, moda, estudo, drogas, televisão e a própria família, e nem se lembram de Deus. 

(enquanto ele fala, ele vai cortando com uma tesoura grande as cordas imaginárias que sustentam cada boneco, cada característica corresponde a um boneco. E esses posicionam seus corpos de forma como se estivessem totalmente sem vida.) 

A pessoa sai de cena – e cada boneco se desperta de uma forma bem mecânica, indo para boca de cena e contando o que mais gosta na vida e o que pensa de Deus.(precisam ser bem convincentes, use e abuse da criatividade que Deus te deu) – enquanto isso os outros bonecos permanecem na mesma posição. Quando o último boneco fala e desfalece novamente. Entra então a pessoa que antes havia cortado as cortas, falando em voz alta:

- Você já percebeu que as pessoas vivem em busca de caminhos, coisas erradas para preencher o vazio de seus corações. O engraçado é que estas pessoas nunca conseguem satisfazer o desejo do de seus corações.

Vira para a platéia, e pergunta: 

- E você? Qual marionete você tem vivido? Cuidado! Lembre-se que só Jesus é o caminho a verdade e a vida, ele te ama muito por isso olhe para o alto, (pausa) 

Ei! Olhe pra Cristo! 

Coreografia: Olhe pra Cristo – Flávia Lopes 
Missão Dante- Governador Valadares/MG 

2 comentários:

  1. Parabéns irmãos pela iniciativa, também escrevo se puder gostaria de disponibilizar através de vcs os textos. Davisson de Oliveira.
    davissondeoliveira@gmail.com

    Fiquem na restauradora graça de Deus!

    ResponderExcluir
  2. :))
    otimo,
    simples e profundo !!! (h)
    escolhido!

    ResponderExcluir

Não utilize palavras de baixo calão ou algo que venha denegrir a imagem de alguém. Grato!

 
Top