A história se passa na véspera de Natal.
Peça conta a história de um jovem casal nordestino que espera um filho e no último mês, de gravidez resolvem ir para a capital para dar uma vida melhor para o filho, mas no meio do caminho a criança nasce e daí a nossa história.
Persoonagens:

MARIA

JOSÉ

FRANCISCA

ANJO

José e Maria entram em cena, Maria na garupa de uma bicicleta empurrada por Jose.
É véspera de Natal e já é tarde e os dois estão cansados.
M- Aff Zé, to Cuma dô arretada na bunda… num guento mais essa garupa… não ta chegando não?
J – Êta muié, guenta aí, tamo chegando numa cidade cidadizinha, olha ali a praça…. Belém de Jesus… parece ser um bom lugar….
M – e eu lá quero saber se é bom, eu quero é uma rede pra deita, que minha bunda ta duendo e essa barriga ta pesando que só……
J – bom, vamo vê, ali tem uma casinha, será que tem gente? Ô de casa? Ô de casa?
(a mulher grita de dentro da casa)
F – quem ta aí?
J – boa noite moça….. meu nome é José….
(Francisca aparece na porta com cara de desconfiada)
F – o que que oce qué?
J – nada demais minha senhora, é que eu e minha muié estamos viajando a dias e ela ta buchuda, precisando de um lugar pra descansar…. será que a senhora não tem um pedacinho da sua casa vazio pra nóis discansá um poco?
F – não tenho não…..
M – minha sinhora, qualquer lugarzinho serve, pelo amor de Deus…..
F – já falei que num tem…..o único lugar vazio aqui é o estábulo, porque com essa seca os bicho morreram tudo….
M – estábulo?
J – tudo bem sinhora, se a sinhora deixar a gente pode ficar lá mesmo……
(Maria faz cara de quem não gostou mas se conforma)
F – intão pode i… fica logo ali…..
Os dois vão para o estábulo…. o lugar está vazio… só tem palha espalhada por todo o lugar.
José junta um monte de palha e deita Maria em cima delas….
Maria dorme…. José está sentado do lado de Maria, quase dormindo quando Maria começa a gritar….
M – ai, ai, ai, ai, ai……
J – o que foi muié…..
M – ta duendo, ta duendo….
J – onde?
M – aqui na barriga…. acho que o muleque qué saí…….
J – ai meu Deus… agora?! Aqui?! Ah, não…. e agora o que eu faço?
M – ai ai ai , sei lá, se vira…… vai chamar alguém…..
J – tá bom, fica aí que eu já volto……
M – não, eu vou dar uma volta também… claro que eu vo fica aqui né omi…. vai logo…. aiaiaiaia
José ta saindo quando Maria grita….
M – ai, ai , ai, ai,   não, volta aqui Zé…..
J – mas não é pra eu chamar alguém?
M – não, eu não quero ficar sozinha……
J – mas o que eu faço….?
M – não sei, mas não se atreva a sair daqui, senão quando tu volta não vai acha nem eu nem o moleque……
J – ta bom ta bom, mas então para de gritar….
M – ah é, então porque você não vem aqui no meu lugar e sente o que eu to sentindo… quero vê você não gritar….
J – ta bom ta bom… mas tenta ficar calma….
M – eu to calma Zé, eu to calma…. você ainda não me viu nervosa……
J – nem quero…..
M – ai, ai, ai, ai,…. o dor desgraçada……. eu nunca mais vo te um filho….. ai, ai, ai, ai, ai
J – calma muié. calma… nem deve due tanto assim, senão minha mãe não tinha tido 13…..
M – cala a boca Zé…. ai, ai, ai, ai, ai,……
J – desculpa muie´….. o que que vc qué que eu faço?
M – segura minha mão……
José pega na mão de Maria….
Ela aperta a mão dele…
J – Ai, ai, ai, ai, ai,…. credo im cruz… agora quem não qué mais te filho sô eu…. pricisa quebra minha mão?
M – ta duendo………. ai, ai, ai, ai, ai,
J – ta… perai que eu vo vê como ta o negocio……
José abre as pernas de Maria….. olha lá dentro e coloca o rosto pra fora com uma cara feia…..
J – credo… que orrô…… Ta tudo bem viu amo…. Eu acho…..
M – ta duendo…. ai ai ai ai ai
J – bom, é…. deixa eu vê…. é eu me lembro que quando a minha mãe foi te o meu irmão mais novo, o washinto, a mulhé falava pra ela faze força…. então vamo lá….
J – vai amo…. força, força…..
M – ai, ai, ai, ai…. sê ta doido?   Se sem faze força já dói, imagina se eu fize…..
J – mas muié, se tu não fize força o muleque não sai……
M – mas se é pra sentir essa dor toda, eu prefiro que ele fique aqui….
J – anda logo muié…. é rápido… é só fazer força que ele sai….
M – ta bom…… ahrrrrrrrrrrr……..
J – vai, mais um pouco…..
M – rrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr
J – mais um poco
M – rrrrrrrrrrrrrrrrrrrr
J – to vendo a cabeça…… mais um poco…..
M – sai logo muleque…….rrrrrrrrrrrrrrrrrrrr
J – vai, falta só mais um poco
M – rrrrrrrrrrrrrrrrrrrr
J – nasceu nasceu….. (e vai ficando desanimado) nasceu……
Maria desmaiou de tanta força…..
(o bebe é negro e José acha estranho)
J – Oxê, mas que diacho é isso muié?
Maria esta desacordada….
J – Maria, Maria…… acorda muié… pode me explica agora o que é isso……
Uma luz forte ilumina Jose e ao seu lado aparece um anjo…..
A – José?! (atrás de José….voz de anjo)
J – Quem ta aí?  (assustado)


A – Eu sou um anjo que Deus enviou para lhe falar…..
J – anjo? Aonde?
A – aqui atrás de você José……. (voz normal)
J – vixi….. tudo bem seu anjo? (dá a mão pro anjo)
A -  tudo Zé e vc?:
J – tudo bem graças a Deus…..mas o que o senhor ta fazendo aqui?
A – Deus me mandou para lhe ajudara escolher o nome do seu filho…..
J – meu filho? Dessa cor? Esse filho não é meu não…….
A – claro que é José…… ou você se esqueceu que sua vó é dessa cor?
J – mas o que minha vó tem a ver com isso?
A – na verdade nada….. o que interessa é que o filho é teu e pronto…..
J – você é doido é… quem me garante que o filho é meu?
A – DEUS (grita)
J –  ahhhhhhh ta……… se você tivesse falado antes….. se é Ele que diz, então é meu mesmo…..
A – pois então. Ele me enviou aqui, para lhe ajudar a escolher o nome do seu filho, já que Ele tem muitas coisas preparadas para ele…..
J – Coisas? Que coisas?
A – muitas coisas…. mas isso não vem ao caso…..
J – ta bom…. então o nome do meu filho vai ser Marciano…..
A – Marciano? Porque?
J – Sei lá… eu ouvi uma veiz e achei bunito…..
A – não não não….. eu tenho uma idéia melhor….. já que a essa hora já é natal o nome dele pode ser Jesus….
J – é mesmo, já é natal……
A – então pronto, o seu nome será Jesus…..
J – opa, perae, eu não concordo…..
A – porque?
J – porque eu quero um nome mais forte…..
A – Jesus
J – que todo mundo conheça….
A – Jesus
J – que tenha muito sucesso na vida
A – Jesus
J – que todo mundo goste dele
A – Jesus
J – não, todo mundo não, tem sempre alguém que não gosta né….
A – Jesus
J – que tenha muitos amigos
A – Jesus
J – que tenha muitos servos
A – Jesus
J – que possa me dar uma vida boa
A – Jesus
J – que seja um rei
A – Jesus
J – já sei!!!!
A – Jesus?!
J – Pelé!!!!! É isso!!!!
A – que????????
J – Pelé….. esse vai ser o nome do meu filho!!!!!!
A – Não não não não não…… Pelé não
J – porque não? Quer nome mais conhecido, nome de rei…..
A – não… seu nome será Jesus….
J – ah não….. Jesus não…. nada contra sabe….. mas é que Jesus não deu muito certo né…..
A – aí é que você se engana…..
J – é nada…. olha, o coitado foi pobre a vida toda…. vivia cheio de gente doente atrás dele….. e na hora de morrer os amigos desapareceram……. Jesus não, eu quero que meu filho tenha muito mais sucesso que Ele……
A – o que você se esquece é que Jesus é o Rei….. Ele abriu mão de toda a sua glória pra se fazer homem como você pra poder te entender….. Ele passou pelos mesmos problemas e mesmas dificuldades que você pra poder interceder por você junta a Deus….. Hoje, Ele está vivo. Porque apesar de ser crucificado, Ele ressuscitou três dias depois…. esqueceu? Ele está lá, no céu, ao lado de Deus, olhando você e intercedendo a Deus por você e sua família…. Por isso Deus me enviou até aqui.
J – nossa…. é mesmo?
A – Pois é José…. a sua história é muito parecida com a de José e Maria, e seu filho Jesus….. Jesus também nasceu assim, sem berço, sem nada….. Os pais de Jesus também eram pobres como você e Maria…. Mas o amavam e sabiam quem era o filho deles!!!!!
Eles não esperavam glória nem fama por isso, só queriam que o bebê cumprisse seu plano… e Ele cumpriu…. o único trabalho de José e Maria era educar Jesus. E isso eles o fizeram muito bem…..
Jesus cresceu e cumpriu a vontade de seu Pai, Deus, e morreu sim, abandonado até por Ele, mas morreu por amor de vocês homens….. é isso que significa o Natal…. o nascimento daquele que nasceu para morrer por você…. Seu filho não precisa morrer por ninguém porque o verdadeiro Jesus já o fez….. E toda vez que olhar seu filho, você vai se lembrar disso…..
Como eu disse, Deus tem planos para Ele, como tem pra você e Maria, mas vocês precisam educar e cuidar dele até o Senhor cumprir seu plano em sua vida….
Não importa a condição que você está, o que importa é que você saiba quem é seu filho….. ele é um escolhido de Deus….. e você foi escolhido para educar e amar esse bebe….. Então ame seu filho…. Ame Jesus sempre!!!!!
J – tudo bem…. se Deus me escolheu…. eu vo faze….. mas porque eu?
A – os planos de Deus não tem explicação, apenas creia!!!!!
J – eu creio….. vou cuidar bem do meu filho e prometo dar pra ele o melhor….
A – não esqueça, o seu melhor, é o seu amor…..
O anjo vai saindo de cena enquanto José fala
J – ta bom…. então esse será seu nome, Jesus….  Mas eu posso pelo menos colocar um segundo nome, quem sabe Jesus Pelé… soa bem né seu anjo?
J – anjo? Anjo?
M – José?
J – Maria….
M – ta doido é….. falando sozinho….
J – não, eu tava falando com o anjo….
M – que anjo?
J – o anjo que tava aqui….
M – não to vendo ninguém…..
J – deixa pra lá…..
M – cadê o minino?
J – ta aqui….
M – e você já sabe qual vai ser o nome dele?
J – Aham… vai ser pe…… quer dizer…… Jesus!
M – que lindo, era esse mesmo que eu queria….
J – eu sei amo, eu sei……
M – ah, feliz natal…..
J – feliz natal…
FIM

2 comentários:

  1. por acaso bunda não soa mal?

    ResponderExcluir
  2. Pode ate soar, mas esta não é de minha autoria, está conforme o autor escreveu. Mas se achar mais conveniente pode trocar por outra palavra que se encaixe, abraços.

    ResponderExcluir

Não utilize palavras de baixo calão ou algo que venha denegrir a imagem de alguém. Grato!

 
Top