PERSONAGENS

Jovens da Igreja: Marcelo, Amanda, Igor, Fabiana e Júnior
Jovens do Baile Funk: Manuela, Gabriela, Namorado de Manuela, Policias Disfarçados e os jovens dançando

SINOPSE: Marcelo narra sua história que foi surpreendido a um homem com uma pistola na mão em um baile funk do Rio de Janeiro, com ameaças de mata-lo friamente. Marcelo relembra de todo acontecido explicando como foi chegar a tal nível de perigo.
AUTOR: Ítalo Carlos Ribeiro Gomes
ANO: 2014

CENA 01 – NA MIRA DA PISTOLA

Baile Funk com muitas pessoas assustadas correndo e gritando por todos os lados, uma grande bagunça. O namorado de Manuela está com uma pistola na mão, muito irritado, mirando na cabeça de Marcelo.

MARCELO: (parado e suando muito olhando diretamente para pistola em sua cabeça) (narrando em voz oculta assustado) Esse aí que está prestes a morrer com tiro na cabeça sou eu... Minha vida está passando por segundos... Tantas e tantas boas memórias que tive com Deus... Tudo passando tão rápido, amigos, irmãos e meus queridos pastores. Apenas um milagre para eu sair vivo. Mas eu preciso contar minha história desde o início para entendam por que estou aqui prestes a morrer de uma maneira tão friamente...

 CENA 02 – A CONVERSÃO DE MARCELO

O Cenário fica completamente escuro. Enquanto Marcelo narra sua história.

MARCELO: (narrando em tom de voz calmo) A minha vida não era assim de festas, baladas e de bailes funk como todos pensaram ou imaginarão logo de início. Há meses atrás, eu fiz uma grande decisão em minha vida: eu aceitei a Jesus como o meu único e suficiente Salvador. Eu não aguentava viver daquela maneira, uma vida de tristeza, sofrimento e sem nenhum sentido. Confesso que foi a melhor decisão que fiz.

Cenário da Igreja com algumas cadeiras, vários jovens conversando. Marcelo está feliz e enxugando os olhos pois estava chorando e vários irmãos da igreja entram para conversar e dá aos boas-vindas à ele.

AMANDA: (fala com muita alegria) Glória a Deus! Seja bem-vindo a nossa família. Irmão Marcelo!
IGOR: (abraça Marcelo) Não sabe a alegria que estamos por você ter feito essa decisão, mano. Você fez uma excelente escolha! Glória a Deus!
FABIANA: (feliz) Não sabe o quanto estamos felizes! Bendito seja o nome do Senhor!
MARCELO: (todo sem jeito feliz) Obrigado gente... Se não fosse pelo meu amigo que me convidou a vir no culto de jovens, talvez nem estaria aqui. Senti em meu coração a necessidade de fazer essa decisão, estou muito feliz! Muito obrigado gente. Parece estou sentindo já em família com vocês.
IGOR: Mano... Quem é ele mesmo?
MARCELO: É o Júnior!
AMANDA: Ah sim! É o guitarrista da igreja.
FABIANA: Ele é homem de Deus aqui na igreja, um bom exemplo.
IGOR: (olhando para outro lado) Oh Junior!? Vem com a gente aqui! Cadê você?
JÚNIOR: (entra rapidamente com sua Bíblia) A paz do Senhor, irmãos e irmãs. Perdão a demora pessoal, é que estava guardando os instrumentos musicais.
MARCELO: Tudo bem amigo.
JÚNIOR: Mas mano... Estou muito feliz, vendo você aqui com a gente na nossa igreja! (abraçando Marcelo) Meu melhor amigo convertido! Glória a Deus por isso! Ei mano, eu e o pessoal vamos sair agora depois do culto, vamos para lanchonete comer um enorme sanduiche? Hoje sou eu que pago.
IGOR: Vamos com a gente! É benção lá.
FABIANA: Eu e a Amanda nem precisamos dizer se vamos. E você Marcelo? Vamos com a gente? Vai ser muito bom, os sanduiches de lá parecem tão divinos hehehe, vamos lá? É bom já conhece sua nova família em Jesus.
MARCELO: É.... Tudo bem, estou indo com vocês.

Todos saem da igreja aos poucos até ficar completamente vazio e escuro. Enquanto isso, Marcelo narra a história.

MARCELO: (narrando) Eu não esqueço desse dia, foi muito bom. Tive vários e vários momentos com minha nova família. Lembro à observar a todos... Eles estavam felizes e eu admirava bastante isso, pois como ter tanta alegria sem precisar ir a uma festa ou beber uma bebida alcoólatra? Mas aos poucos, eu entendia que era apenas Jesus na vida deles. A gente cantava e dançava na presença do Senhor. E quase todos os finais de semana, nós íamos na lanchonete ou na casa de algum irmão para assistir filmes e subir ao monte para orar onde o poder do Espírito Santo era tremendo, algo novo que sentia naquela época e sem explicação, apenas queria mais e mais da presença de Deus. Só que porém, com os passar dos meses, comecei a falhar em ir aos cultos da igreja e fazer a leitura diária da Bíblia por causa do cansaço do trabalho. Estava com muita preguiça de ler e também estava enjoado de tanto orar e orar. Mas eu não entendia pra que tudo isso e qual era necessidade.

CENA 03 – MARCELO FRACO NA FÉ

Cenário de uma rua qualquer à noite com pessoas andando. Marcelo está indo para sua casa e até que encontra com seu amigo o Júnior com sua Bíblia na mão.

JÚNIOR: Mano? Está tudo bem? Você está sumindo muito dos cultos da igreja e das orações... O que está fazendo aí parado? Vamos lá subir o monte? Hoje vai ser tremendo, vamos virar a noite orando! Como sempre fazíamos antes.
MARCELO: Estou bem... Ah mano, hoje não dá para eu ir. Não estou legal... Estou sentindo um desanimo hoje, parece que está dando tudo errado em minha vida...
JÚNIOR: É mano... Mas também não vejo você ir aos cultos e nem nas orações. O que está havendo? E deixo te perguntar: como está sua vida de oração e de leitura da Palavra, está indo bem? Cada vez mais forte na fé?
MARCELO: Está tudo bem... É apenas falta de tempo... Por isso que não estou indo aos cultos, é o cansaço do trabalho de todos os dias. E as orações e a leitura da palavra está... mais ou menos. Estou tendo muitas dificuldade de entender a criação do mundo em Mateus, não entra na cabeça... É muito confuso.
JÚNIOR: Mano, estou vendo que a leitura da Bíblia está muita fraca. Só para esclarecer: a criação do mundo é no livro de Gênesis e não do livro de Mateus. O livro de Mateus fala sobre a árvore genealógica de Jesus e do seu nascimento. E vejo que não está orando muito. É por isso que está fraco. Você precisa se fortalecer mano!
MARCELO: É esse livro que falou mesmo... Eu me confundi apenas, isso acontece. Mas estou orando sim, pouco mas estou orando. Porem até agora não entendi essa necessidade tão grande de ler a Bíblia e orar todos os dias. Deixa para outro dia eu ir à igreja. Pode ser amigo? Prometo que estarei lá com vocês.
JÚNIOR: Olha você que sabe mano... Mas aconselho a não parar de buscar a Presença de Deus. Pelo menos vai para sua casa, e no seu quarto, ore para Deus em segredo, e em segredo Ele te responderá! Estou indo agora e estarei orando por você amém?
MARCELO: Amém...
JÚNIOR: Mano, então cai na real enquanto pode. Nós estamos em um tempo, que não há tempo de fraqueza e desistir, conte comigo mano. Você sabe pode confiar em mim. Como está escrito em Isaias 55 versículo 6: Buscai ao Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto.
MARCELO: Amém amigo, está tudo bem! Como se fosse acontecer algo horrível só porque não estou lendo a Bíblia e orando.
JÚNIOR: Pode acontecer algo sim! Vigia mano! A paz do Senhor, até mano. Estarei orando por você.

Junior sai apressado para não se atrasar. Então Marcelo fica na rua por alguns segundos pensando na conversa. Então Manuela e Gabriela passam pela rua conversando uma com a outra até que encontram com ele.

MANUELA: Ei? O que esse bonitão está fazendo parado no meio da calçada?
MARCELO: É estou fazendo nada... É que estava conversando meu amigo o Júnior agora pouco e ele acabou de sair para subir ao monte com pessoal da igreja.
GABRIELA: Júnior? Ah! Eu sei quem é ele. Quando eu era da igreja, eu sempre via ele tocar naquela guitarra. Ele é um gato! Já até pedi, quer dizer, quase implorei para ele “ficar” comigo! Mas ele recusou dizendo que queria moça que estava sempre indo aos cultos, que vivia em oração e pagando preço em jejuns e não uma garota que só queria ficar com ele, ou seja um baita de um “não” em minha cara.
MARCELO: É sério? Mas “ficar” não é bem legal. Eu mesmo concordo com o Júnior, prefiro esperar em Deus e casar com uma esposa que Ele vai mandar.
GABRIELA: (segurando para não rir) Amiga... Já vi que fizeram uma lavagem cerebral nele. E outra, isso é não faz sentindo, o bom é “ficar” mesmo! A gente está indo agora pro baile funk, ficar com os gatinhos novos que chegou na cidade. As amigas falaram que eles são lindos e são gatinho importantes e temidos por todos. (Dúvida) E você é da igreja do Júnior?
MARCELO: É! eu sou sim da igreja dele.

As duas caem na gargalhada sem fim, um crise de risos alta, deixando Marcelo sem graça com sua resposta dada sem entender.

MANUELA: Amiga... Ele não sabe é de nada! Nem sabe o que está perdendo... (convida Marcelo) Vamos para o baile funk! Lá é bem melhor! Você vai se soltar mais! Melhor do que ficar numa cadeira e ouvir o blá blá blá do Pastor. Toda vez que passo perto de sua igreja, ou o povo está sentado ou falando loucuras línguas doidas.
MARCELO: Desculpe meninas acho melhor não. O Júnior e meus irmão iriam ficar chateados se eu fazer uma coisa dessa e principalmente Deus comigo. Prefiro está na igreja, é melhor para mim.
MANUELA: Que isso bonitão? Vai me deixar na mão? Deixa o Júnior e seus irmãos de lado! Um homem desse dentro da igreja? Que desperdício! Olhe bem nos meus olhos e quero que diga um “não” para mim. Faria isso comigo? Logo comigo?
MARCELO: (narrando a história) Confesso que ao ver os olhos daquela jovem, meus olhos começaram a brilhar. Mas não percebi que seu olhar me hipnotizava cada mais, me deixando cada vez mais cego e perdendo totalmente a noção da realidade... Sem querer caindo mais e mais numa paixão fervorosa e perigosa. Mas nossa! Como não percebi que ela é tão linda da cabeça aos pés, uma total perfeição. Então nem pensei e logo falei com aquela jovem decido.
MARCELO: Então eu vou! Só por hoje! Mas faz um favor: não falem aos meus irmãos e nem para o Júnior que fui ao baile funk nessa noite. Pode ser?
MANUELA: Que homem medroso! (vira as mãos e cruza os dedos) Não iremos falar, se isso te faz ir para o baile funk com a gente, né amiga?
GABRIELA: (cruzando os dedos querendo rir) Sim amiga! Vamos lá!

Todos saem para o baile funk, até a rua fica deserta e escura, enquanto Marcelo narra sua história.

MARCELO: (narrando arrependido) Foi o pior erro que fiz em toda a minha vida... Foi ir naquele baile funk... Fiquei totalmente louco apaixonado pela primeira vista, apenas vendo os olhos daquela jovem e não parava de olhar o seu lindo é perfeito sorriso... Eu faria de tudo para estar com ela, falo com toda convicção: faria tudo mesmo!
CENA 04 – O BAILE FUNK

Cenário de um baile funk com muitas pessoas dançando e bebendo, e uma música muito alta tocando.

GABRIELA: (fala em voz alta devido o som) Bem-vindo ao meu mundo, bonitão! Vamos aproveitar e beber muito aqui! A noite é uma criança e está de cheia de bebidas de graça e homens gatos em abundância!
MANUELA: (falando alto) Que isso amiga!? Ele é o meu bonitão eu o vi primeiro!
MARCELO: Acalma meninas... Eu não quero causar problemas...
MANUELA: Tudo bem! Já resolvemos aqui, vamos dançar! É como é seu nome mesmo? A gente nem se apresentou que loucura a nossa.
MARCELO: Meu nome é Marcelo e o nomes de vocês?
MANUELA: Ah sim, Meu nome é Manuela e essa minha amiga Gabriela! Pronto já se conhecem! Marcelo vamos dançar!

Manuela leva Marcelo ao meio do pessoal e começam a dançar. Gabriela dança com o primeiro cara com uma garrafa e começam a dançar e beber muito, gritando muito de alegria.

MARCELO: (narrando a história) Eu não conseguia resistir o charme dela dançando e toda aquela sensualidade indo em minha direção. Senti sozinho naquele baile funk como se fosse apenas eu e ela dançando. Era algo que a muito tempo não sentia tão forte assim desde quando estava na igreja. Minha carne estava adorando tudo que acontecia e queria mais e mais, eu estava adorando tudo isso. Confesso que cheguei a pensar que todo aquele som e pessoas bebendo e “ficando” era realmente o meu lugar. Não consegui resisti toda a sensualidade dela, então cheguei perto dela para lhe dar um beijo.

O Namorado de Manuela entra todo irritado empurra todos que estavam em seu caminho em direção ao Marcelo que o joga ao chão com um soco na cara.

NAMORADO: (fica na frente da Manuela) Pô meu? Tu quer se matar é? Dançando com a minha mulher e ainda querendo beijar ela assim desse jeito?
MARCELO: (levanta do chão rapidamente atrapalhado e caindo na real) Perdão, perdão... Eu não tive a intenção... Só estava dançando com sua namorada só isso... Nada demais, não aconteceu nada. Se quiser pergunta para Gabriela se não é verdade, ela estava aqui perto de nós...
GABRIELA: (age como se não conhecesse Marcelo) Eu? Eu te conheço homem? Nunca te vi na vida, e me põe nas suas confusões? Me tira dessa história e aprenda assumir a culpa! (fala para Namorado de Manuela) Ei! Ele realmente ia beijar a Manuela! Todo mundo viu isso! (ela sai do lugar com o cara que dançava)
MARCELO: Eu assumir a culpa? Mas foi você e a Manuela que me chamaram! Gabriela vem cá logo! (ele sai em direção dela, porém Namorado o puxa para trás)
MANUELA: Olha amor, eu nem conheço esse cara! Nunca o vi na vida. Eu estava dançando sozinha tranquila e até que ele já chegou assim querendo me beijar forçado!
MARCELO: (começa ficar nervoso) Não é nada disso que ela está falando! Elas que me chamaram para vir aqui.
MANUELA: Mentira meu! Eu vou chamar homem para ir no baile comigo? Como ainda não percebeu ou preciso desenhar? Eu tenho namorado querido! Eu não sou dessas oferecidas, entendeu?
NAMORADO: Ainda fica mentindo com a cara mais lerda! Espera ai! Vamos resolver da maneira justa! (Saca a pistola e dá um tiro no alto e em seguida mira em Marcelo) Algo bem justo para o seus atos por mexer com minha namorada!

No momento do tiro, todos se assustam e começam a esconder e gritar, até a música alta para de tocar, ficando apenas o Namorado, Manuela e Marcelo.

MARCELO: Perdão cara... (muito assustado falando gaguejando) Não há necessidade fazer isso, pelo amor de Deus! Foi mal entendido, vamos resolver de outra maneira mais pacifica.
NAMORADO: É... Me parece justo! (fala ironicamente) Mas então quais são suas últimas palavras? Fale enquanto estou a segundos de bondade, antes que seu miolos se espedaçam a mil pedacinhos! (Coloca o dedo no gatilho e já se preparando para atirar)
MANUELA: Amor, ensina esse idiota o que acontece mexe com mulher dos outros! (olha para Marcelo rindo) Vai querer mexer comigo idiota! Agora vai ter o que merece.
MARCELO: (rapidamente se ajoelha e fala rápido) Deus! Me perdoa por ter caído no mundo! Sem tem misericórdia por mim, me dê uma segunda chance!!!

O namorado com todo o ódio aperta o gatilho, Marcelo fecha os olhos assustado e com muitas lagrimas e tremendo muito, porém a bala estraga dentro da pistola e não é soltado o tiro.

NAMORADO: (assustado) O quê? Mas como? Comprei essas balas agora pouco!! Essa arma está com defeitos só pode! Não pode ser! O cara do tráfico de armas disse só tem 2 meses de uso.

Os dois policias disfarçados, que estavam escondidos, aparecem e o joga no chão imediatamente. Manuela começa a correr, e outro policial rapidamente se levanta e segura e coloca as algemas.

POLICIAL: Parado Polícia! Você dois estão presos por tráfico e tentativa de homicídio! Desta vez não tem como escapar! Esse lugar está todo cercado!
MARCELO: (narrando) Quando eu abri os meus olhos, me assustei com toda cena. Estava assustado com tudo que acontecia. E ainda sem entender o que havia acontecido ou deixado de acontecer, tudo foi tão rápido! Então umas das pessoas que se esconderam vieram até a mim e me ajudaram a me levantar, assustadas e admiradas ao mesmo tempo. E uns dos policias chegam até a mim.
POLICIAL: Está bem jovem? Não se machucou?
MARCELO: Estou bem, graças a Deus! Parece que vi a morte na minha frente, e Deus me salvou na hora certa! Mas o que aconteceu mesmo? Estava de olhos fechados e agora todo mundo aqui?
POLICIAL: Jovem, então você é realmente um protegido de Deus! Talvez não saiba, mas o meu parceiro policial acabou de ver aqui que a bala estragou dentro da pistola do portador. É muito raro acontecer! Principalmente pela maneira que a arma e as balas estavam tudo novo! Só com um milagre para acontecer esse tipo de coisa! Pois então jovem, louve a Deus pela sua vida! Nós a muito tempo estava a procura desses dois! Eles são procurados pela justiça e por tráfico de drogas! Precisava de apenas algo e algumas provas oculares para mandarmos de volta a cadeia.
MARCELO: Aleluia!! Meu Deus és o Deus do Impossível! Só Tu para fazer um milagre desses! Obrigado Deus por me ouvir nessa hora!
POLICIAL: Glória a Deus por isso! (chama outro policial) Parceiro vamos levar esses para cadeia!
NAMORADO: Me soltem! (olha com muito ódio para Marcelo) Ei você aí? Vou logo avisar, uma jaula e 4 paredes não vai me segurar! Eu vou sair de lá! Eu vou voltar! Tu apenas teve sorte seu idiota! Tu vai morrer cara! Acha vai terminar assim? Vou sair e te matar!
POLICIAL: Cala sua boca! Com as quantidades de prova é impossível, tu sair de lá! (chama o outro policial) Vamos levar esse assassinos!

Manuela e seu Namorado saem gritando com muita raiva segurados pela Polícia, Marcelo sai de lá com outros jovens admirados com o que tinha acontecido e até tudo ficar vazio e escuro, enquanto Marcelo narrava sua história.

CENA 05 – DE VOLTA A IGREJA

MARCELO: (narrando muito feliz) Esse foi o dia em que Deus me salvou da morte e me deu uma segunda chance! Uma segunda chance de viver! Não irei desperdiça-la! Estava feliz demais! O momento de vida ou morte, e apenas um gatilho solto para fim de minha vida. No dia seguinte na igreja, fui falar do acontecido ao meus irmãos, claro deveriam está muito preocupados comigo.

Na igreja todos os irmãos conversando uns com os outros preocupados e entra Marcelo e todos chegam até ele preocupados.

JÚNIOR: (rapidamente o abraça) Mano!! O que aconteceu? Está bem? A gente assistiu o noticiário de ontem à noite, a igreja toda está preocupada com você, mano!
IGOR: O que aconteceu? E mais importante: o que estava fazendo no baile funk mesmo?
AMANDA: Igor pega leve com ele! Ele quase foi morto a tiros, e ainda vai perguntar isso para ele? Calma deixa o irmão falar!
IGOR: (fala muito sem graça) Me perdoe Irmão...
MARCELO: O Igor tem toda razão. Eu nem poderia ter ido lá... Fui por causa das meninas que conheci a Manuela e Gabriela. Acabei indo principalmente pela Manuela que fiquei perdidamente apaixonado e percebi que tudo que vivi foi uma ilusão.
IGOR: Pela Manuela? Na verdade ela é linda demais! Quem não iria se apaixonar por ela? Confesso que quase caio nos encantos dela, mas graças a Deus que eu fugi. Fiz que nem José quando viu a mulher Potifar sai correndo! Mas então, estava com a Gabriela também?
AMANDA: A Gabriela era da nossa igreja. A gente sempre convidava para sair com a gente e subir ao monte, mas ela sempre recusava... Ela sempre preferiu o Mundo e achava que a vida com Deus era chata demais e não podia divertir e só existia apenas regras e mais regras. Espero que algum dia ela caia na real e volte para Jesus. Mas então como foi que aconteceu, se machucou? Está tudo bem?
MARCELO: Eu estou bem, graças a Deus! Vou contar como aconteceu: Eu estava dançando no baile funk com elas e até que o namorado da Manuela entra levantando a pistola para atirar em mim e eu nem sabia que ela tinha namorado. Na hora, ele fez uma piada para eu falar minhas últimas palavras... Então eu fiquei de joelhos pedi perdão a Deus e para que Ele me desse uma segunda chance!
FABIANA: (bastante curiosa) Ai Jesus que tanto mistério é esse? o que aconteceu depois?
MARCELO: Dizendo os policias que a bala nova que estava na pistola não saiu! Ela simplesmente ficou pressa dentro da arma e foi o tempo dos policias prender os dois! E o Policial disse que só com um milagre para acontecer um tipo de coisa dessa, pois eu sou protegido por Deus!

Todos os irmãos glorificam a Deus com muita alegria, pulos, gritos e muito admirados com a situação que Marcelo passou e o escape de Deus na vida dele.

MARCELO: Irmãos... Eu já pedi perdão a Deus por tudo... E agora quero pedir perdão a todos vocês pela minha ausência nos cultos e por tantas vezes que me chamava para ir subir o monte e eu recusava. E também pela grande preocupação que passei. Durante o tempo que a pistola estava apontada a minha cabeça pareceu um filme rápido... Muitas coisas rapidamente apareceu em minha cabeça... E no momento desses, muito rápido... Eu vim entender o porquê deveria estar indo aos cultos, lendo a Bíblia e ter uma vida de oração diária. Minha carne estava forte demais e o Espírito fraco em mim, e me deixei ser levado pela carne. Quando dancei com a Manuela vir perceber o tanto que estava fraco e acabei me deixando seguir pela carne. Entendi que o Jejum, Oração, ler a Bíblia e uma vida de santidade é o segredo para fortalecer o Espírito, lutar contra a carne e fazer a vontade de Deus! Vocês me perdoam?
JÚNIOR: Que isso mano? Somos os teus amigos e irmãos! É claro que todos nós te perdoamos! Todos da igreja estávamos muito preocupado com você! Sentíamos sua falta nas orações com a gente. Mas vendo que estava ficando fraco na fé, entramos em propósito de oração para você superar e se fortalecer na fé! E graças a Deus nossas orações foram ouvidas, oh glória Deus!!
FABIANA: Amém! Irmão nós estávamos sempre em oração. Graças a Deus, nada de mal aconteceu com você! Aleluia!!
IGOR: Amém, já que está tudo está resolvido e o Marcelo voltou a igreja e está com a gente... Mas então? Vamos subir o monte agora? Vamos logo antes que fique tarde demais. Vamos Marcelo? Acho que entendeu o motivo que nós sempre estamos em comunhão e em oração.
MARCELO: Eu entendi perfeitamente, Igor. Mas eu não vou subir com vocês...
TODOS: Mas o quê?
MARCELO: Eu não vou com vocês (rindo muito) é porque eu vou chegar primeiro no monte! Só isso! Há há há
IGOR: Ah então é isso irmão? Então veremos, hehehe! Vamos lá irmãos! Buscar a presença do Senhor!


Todos começam a rir e topam rapidamente saem conversando e rindo muito.

1 comentários:

Não utilize palavras de baixo calão ou algo que venha denegrir a imagem de alguém. Grato!

 
Top