PERSONAGENS

Chaves, Quico, Chiquinha, Pópis, Nhonho,
Dona Florinda, Professor Girafales,
Dona Clotilde e o Senhor Furtado

SINOPSE: Seu Madruga tem uma grande ideia abençoada de juntar todo o pessoal da vila para fazerem um culto a Deus com muito louvor e adoração e claro com muitas trapalhadas com essa turma.
AUTOR: Ítalo Carlos
ANO: 2015

CENA 01 – PREPARANDO O CULTO DA VILA

Casa do Seu Madruga, aos poucos, as crianças vão entrando na cena.
CHIQUINHA: Nos chamou papai? Nós estamos todos aqui, o que queria nos contar?
SEU MADRUGA: Que bom Chiquinha. Eu chamei todos vocês para começar arrumar o nosso primeiro culto na vila.
Todos os personagens ficam felizes e glorificando a Deus.
CHAVES: (levanta da cadeira) Zás, zás.. E ai pregamos a Palavra de Deus, cantamos louvores, fazemos teatros, dançamos o homenzinho torto... zás zás... Mas... Como vamos fazer isso?
PROFESSOR GIRAFALES: Olha Chaves, vamos passar a lista agora do que cada um vai fazer. Dona Clotilde e Dona Florinda, vocês estarão encarregadas de fazerem as lembrancinhas e as comidas para o culto.
DONA FLORINDA: Sim Professor Girafales, o senhor é um servo fiel a Deus é propõe tudo diante do nosso Rei...
QUICO: Sim mamãe, é verdade! Mas a única coisa que não propõe até hoje é casamento.
DONA FLORINDA: (fica sem graça) Que isso, Tesouro!?
QUICO: Desculpe mamãe...
DONA CLOTILE: Sim Professor Girafales, acho que vou fazer até um bolo confeitado bem gostoso e bonito para o nosso culto.
PROFESSOR GIRAFALES: Com certeza vai ser uma delícia esse bolo Dona Clotilde. Continuamos a lista, eu e Seu Madruga vamos arrumar o palco e dedicar nos trabalhos pesados, o que acha Seu Madruga?
SEU MADRUGA: Olha, só em pensar em trabalho já fico tão cansado, Professor? Mas como é para obra de Deus e ver nossa vila cheia de vizinhos adorando a Ele, eu topo!
NHONHO: Mas desculpe querer atrapalhar na lista e eu, a Chiquinha, Chaves, Quico e a Pópis o que faremos para ajudar no culto da vila?
PROFESSOR GIRAFALES: Vocês estão com uma parte muito importante. Vocês irão evangelizar as pessoas para virem no culto da vila.
TODAS AS CRIANÇAS: (falam confuso) Evangelizar?
PROFESSOR GIRAFALES: Mas vocês não sabem o que é?
CHAVES: Eu não conheço esse Evandro!
PROFESSOR GIRAFALES: Não Chaves é que eu falei...
CHAVES: Além do mais nem sei que iremos gostar dele...
PROFESSOR GIRAFALES: Sim sei, mas é que não...
CHAVES: Deve ser um irmão da outra igreja que veio ajudar a gente.
PROFESSOR GIRAFALES: Não Chaves é..
CHAVES: E também...
QUICO: (irritado) Ai, cala-se e cala-se senão eu pecooo!!
CHAVES: Ninguém tem paciência comigo...
CHIQUINHA: Claro que não! Fala e fala, e não para mais!! Misericórdia!
PÓPIS: Olha Chaves, conta tudo pra Jesus!
PROFESSOR GIRAFALES: Silêncio!! Vamos parar! Isso que vocês estão fazendo não agrada a Deus, vocês são irmãos em Cristo Jesus! Eu vou explicar: Evangelizar quer dizer você sair de onde você está para falar de Jesus, o que ele fez por nós. A missão de vocês entregar esses convites para as pessoas da rua convidando para o culto da vila.
CHAVES: Isso, isso, isso.
DONA CLOTILDE: Mas Professor, será que as crianças irão conseguir fazer isso? Não é ao mesmo tempo muito perigoso, andar na rua?
PROFESSOR GIRAFALES: Sim. Mas elas estarão seguras, pois Deus estará protegendo, e além do mais, ensinei para elas na escola de como devemos andar na rua. Chaves como devemos andar na rua?
CHAVES: Ora com os pês!
PROFESSOR GIRAFALES: Como é que é?
CHIQUINHA: Chaves, o Professor está falando por meio de segurança!
CHAVES: Ah sim! Devemos andar pela calçada, e andar na faixa de segurança e sempre olhar pelo dois lados antes de atravessar a rua.
DONA CLOTILDE: Ah! se for assim sim.
SEU MADRUGA: Aqui estão os convites. Chaves, leia em voz alta para todos ouvirem.
CHAVES: Sim, Sim. “Culto na Vinha!”
SEU MADRUGA: Hum? Não Chaves é “Culto na Vila”
CHAVES: “Venha com partir e sentar para o culto da vila”
SEU MADRUGA: Hum? Não Chaves é: Venha participar para o culto da vila”
CHAVES: “Que ceres as 8hs, espero ama vocês.”
SEU MADRUGA:  Olha Chavinho está assim: “Que será as 8 horas, esperamos vocês.” Continua a ler.
CHAVES: “Jesus tem uma vinagre para sua vila!” Pronto já li todo convite!
SEU MADRUGA: Mas o quê? Espera aí, não Chaves está escrito “Jesus tem um milagre para sua vida” Está difícil de ler hien Chaves?
PROFESSOR GIRAFALES: De qualquer maneira vamos começar arrumar a vila e cuidar das decorações e vocês crianças não esquecem das apresentações para o culto na vila.
CRIANÇAS: Sim Professor!
Chaves, Quico, Chiquinha, Pópis e o Nhonho saem para fora da casa do Seu Madruga bem animados.
CHAVES: A vila vai ser muito abençoada, mas vamos logo evangelizar quero que tenha muitíssimas pessoas aqui. Mas começamos por onde?
CHIQUINHA: Faz assim: Chaves e o Quico vão para lá, e eu e a Pópis vamos para cá.
QUICO: Não Chiquinha, por que fazemos assim: “Nós vamos para lá e vocês pra cá?
NHONHO: E eu Chiquinha? Onde fico nisso?
CHIQUINHA: Você vai no seu papai e chama ele.
NHONHO: Ótima ideia, Chiquinha, então vou lá chamar o meu papai, a paz para todos!!
TODOS: A paz...
Todos saem de cena

CENA 02 – COMEÇANDO O ABENÇOADO CULTO NA VILA

Vila enfeitada com balões e várias flores e um pequeno palco e várias cadeiras.
DONA CLOTILDE: Boa noite meus amados! Que a paz do Senhor Jesus esteja com todos vocês!
TODOS: Amem!
DONA CLOTILDE: Vamos começar o nosso primeiro culto na vila! Estou me sentido honrada por eu ser a primeira a dá uma pequena palavra de abertura. Só não entendi por que fui a primeira...
CHIQUINHA: Mas é claro a senhora é a mais velha.
SEU MADRUGA: Chiquinha, nada de gracinhas! Senão vai levar gancho e não vai se apresentar!
CHIQUINHA: Tá bom, papaizinho lindo meu amor!
DONA CLOTILDE: Como eu dizia, não sei por que fui a primeira. Mas irei falar algumas palavras sobre o amor! O amor... Algo perfeito que Deus tem por nós! Mesmo que falasse a língua dos anjos sem o amor nada serviria, mesmo se eu fosse caridosa desse até a roupa do meu corpo e toda minha comida pra quem precisa, sem amor nada adiantaria... Pois o amor ele é sofredor, ele é do bem, não tem ciúmes e não é interesseiro. Ele não se irrita, ele alegra com a verdade, sabe esperar, acredita e suporta e jamais acaba. Deus com todo seu amor deu o seu filho para nos salvar do nosso pecado que nos condenava e hoje estamos livres e estamos todos aqui sentados louvando a Deus e lendo a Sua palavra. Não tem ninguém nesse mundo que fez como Deus, entregar o seu filho. Entenda meu querido: Jesus te ama muito e se for preciso morreria de novo só para ter seu coração. É isso o verdadeiro amor mais puro, sincero e verdadeiro. Obrigado pela oportunidade. E que comecem o culto na vila! Aleluia Glória a Deus!
Todos começam a aplaudir e glorificar a Deus enquanto ela sai do palco.
SEU MADRUGA: Muito obrigado pelas sabias palavras, Dona Clotilde. E sei que tocou muito em nossos corações. Gostaria a agradecer a todos que vieram aqui, por meio de amigos e pelos convites que as crianças deram a vocês. Vocês podem ficar à vontade e não vão se arrepender, pois teremos muita coisa legal aqui para ver e vamos muito adorar a Deus. E vamos começar nossa primeira oportunidade com o Quico recitando uma grande poesia a todos.
DONA FLORINDA: (levanta da cadeira e começa alto glorificar a Deus) Aleluia, glória a Deus, Santo é o nome do Senhor!! Oh Glória!
PROFESSOR GIRAFALES: Acalma-se Dona Florinda, os visitantes podem se assustar.
DONA FLORINDA: Ah... você sabe que não consigo ficar quieta na presença do Senhor...
QUICO: A paz meus queridos irmãos. Eu irei recitar uma grande poesia mas antes deixe me preparar... (começa a fazer vários gestos e se alongar) Olha Jesus...
CHAVES: Olha Quico depois de você apresentar vai ser eu cantando o homenzinho torto, ta?
QUICO: Sim Chaves... (vira para frente) Olha, Jesus...
CHAVES: Você conhece a música?
QUICO: Sim conheço Chaves... Olha Jesus...
CHAVES: Quico todo mundo já ouviu isso!
QUICO: Sim... (olha para frente) Olha Jesus...
CHAVES: É mais...
QUICO: Ai cala-se, e cala-se se eu pecooo!
PÓPIS: (levanta da cadeira rapidamente) Olha Quico, conta tudo pra Jesus!
CHAVES: Ninguém tem paciência comigo.
QUICO: Não! Vai deixar eu falar ou não?
CHAVES: Sim!
QUICO: Então sai, vai saindo anda! (Joga o Chaves longe e se preparar novamente) Olha, Jesus te ama e eu também!
O pessoal da vila fica muito em silencio por alguns minutos.
QUICO: (fica parado abaixado e olha pessoal da vila falando sério) Pode aplaudir ao Senhor já terminei.
Quico sai do palco e todos começam a aplaudir e louvar a Senhor.
DONA CLOTILDE: Glória a Deus pessoal, e agora uma apresentação do Chaves cantando uma canção, aplauda ao Senhor irmãos.
CHAVES: Eu vou cantar uma canção que fala de um homenzinho muitissisisisimo torto, Chiquinha, Quico, Pópis, Nhonho me ajuda a cantar? vamos lá: “Havia um homenzinho torto...
Todos sobem para o palco e começar a cantar e dançar, o pessoal da vila estava sentado começam a dançar e cantar todos juntos.
DONA CLOTILDE: Isso palmas para o Senhor!! Glória a Deus! Aleluia! Agora enquanto eles se arrumam, vamos ter uma apresentação de uma peça de teatro com o Chaves, a Chiquinha, Nhonho, Pópis, Quico e o Seu Madruginha, eita varão lindo ungido!
Todos estão sentados e se levantam para começar a apresentação da peça teatral menos o Quico e a Chiquinha.
SEU MADRUGA: Chiquinha, você não vai apresentar?
CHIQUINHA: Sim papai estou indo agora mesmo.
PROFESSOR GIRAFALES: É você Quico?
QUICO: Eu vou bem na benção e o senhor?
DONA FLORINDA: Não tesouro, o Professor Girafales está perguntando se vai apresentar na peça.
QUICO: Ah sim, claro que sim! Me espera pessoal!
Quico vai correndo para o palco e todos se escondem no fundo e começa a apresentação.
CHIQUINHA: (entra chorando) Uár uár uár...
NHONHO: O que foi Chiquinha, o que aconteceu?
CHIQUINHA: Estava tão feliz aqui e o Ladrão veio e roubou minha alegria... Cuidado! O Ladrão da Alegria pode roubar sua alegria também, Nhonho...
NHONHO: Olha Chiquinha, ele nem existe e você está falando isso é porque está com inveja, porque tenho os meu biscoitos gostosos e não te dou que comprei na mercearia do Zé Pneu...
QUICO: (entra no palco) É verdade! E também não te dou minha bola quadrada quando minha mamãe comprar pra mim e nem meu brinquedo novo!
CHAVES: (entra no palco) E já eu sou tão pobre que não tenho nada pra ser roubado...
CHIQUINHA: (chama o Chaves meio escondido falando disfarçadamente e baixo com ele) Cadê o brinquedo que era pra está com você?
CHAVES: Eu não peguei! Porque eu queria o carrinho azul e não o carrinho vermelho, ele estava com a roda quebrada.
CHIQUINHA: Tanto faz Chaves era pra apresentar a peça, vamos continuar a apresentação...
CHAVES: Sim, sim, sim!
 A Chiquinha continua chorando e os outros com seus brinquedos e até que aparece o Seu Madruga vestido como o Ladrão da Alegria.
CHIQUINHA: Meu Deus, olha lá! É o Ladrão da Alegria! Correm!! Ahh!!
CHAVES: Não, não, Chiquinha... é só um Chimpanzé Raivoso, nada demais.
CHIQUINHA: Para Chaves, lembra do texto da peça! Ai Jesus do céu...
SEU MADRUGA: E Quem é o Chimpanzé Raivoso?
CHAVES: Não é ninguém, eu só me enganei com outro Chimpanzé Raivoso igual o senhor...
SEU MADRUGA: Isso e para você lembrar do texto da peça!
Seu Madruga bate no Chaves, e ele segue o teatro roubando os brinquedos e comidas das crianças.
CHAVES: (chorando de verdade) O Ladrão da Alegria bateu em mim, bi bi bi bi bi bi bi
TODOS: Cadê os nossos brinquedos buáaaa!!
PÓPIS: (entra sorridente) Gente, por que vocês estão chorando muito?
CHIQUINHA: (chorando) Roubaram nossos brinquedos, estávamos muito feliz e o Ladrão da Alegria veio e roubou tudo e levaram nossa alegria... É o Chavinho levou uma pancada dele não é?
CHAVES: Isso, isso, isso.... Bi bi bi bi bi
PÓPIS: Olha eu e a Serafina estamos muito felizes, pois temos uma alegria chamada Jesus, ele mora dentro do coração da gente sabia? Vocês querem esse alegria? Nenhum ladrão pode roubar essa alegria da gente!
TODOS: Sim, sim, queremos!
CHAVES: Se o chimpanzé raivoso quer dizer seu o Ladrão da Alegria não me bater sim!
PÓPIS: Sim Chavinho, vou pedir agora para alguém orar com a gente para poder Jesus entrar em nosso coração, O Bruxa do 71 ora por nós!?
DONA CLOTILDE: O quê?! Quem é bruxa?
PÓPIS: É desculpa... Ora pela gente, eles querem Jesus, Dona Clotilde.
DONA CLOTILDE: Sim, sim mas e claro. Crianças coloquem a mão no coração e fecha os olhos, vamos orar.
Dona Clotilde começa fazer uma oração com as crianças
TODOS: Jesus ama você!! Glória a Deus!!
Todos descem do palco apenas ficando a Dona Clotilde.
DONA CLOTILDE: Muito bem, foi uma benção. Mas infelizmente acabou... Mas antes de encerrar o culto, tem alguém sentiu a necessidade de mudar de vida e aceitar Jesus como seu salvador?
O Chaves levanta a mão e todos ficam alegres.
DONA CLOTILDE: Chaves, você quer realmente aceitar Jesus?
CHAVES:  Não é isso, levantei a mão pra perguntar se eu podia ir pro banheiro estou apertadíssimo...
Todos começam a rir outro ficam meio irritado com o Chaves
DONA CLOTILDE: É parece o Chaves estava mesmo apertado, mas então tem alguém que quer ter uma nova vida com Jesus? Venha aqui na frente, iremos orar por você.
Seu Furtado levanta da cadeira e vai para o palco, todos ficam alegres.
DONA CLOTILDE: Glória a Deus! Aleluia, o Seu Furtado aceitou Jesus! Tem algo a falar, Seu Furtado?
SEU FURTADO: Tenho sim, depois que ouvi sobre a sua palavra sobre o amor e a peça das crianças senti o desejo de mudar, fiz tantas coisas erradas e até fiz uma pobre criança ser acusada e expulsa da vila por um roubo de um ferro de passar...
DONA CLOTILDE: Quem e ele?
SEU FURTADO: O Chaves, eu queria falar com ele.
DONA CLOTILDE: Cadê o Chaves? Chaves venha aqui.
O Chaves chega e sobe ao palco e conversa com Seu Furtado
SEU FURTADO: Chaves gostaria de te pedir perdão por ter colocado aquele ferro de passar no seu barril. Estou completamente arrependido até devolvi tudo de volta para poder você voltar a vila, mas sempre tive vergonha de falar que fui eu o ladrão.
CHAVES: Ah... Que isso Seu Roubado? Perdoo sim, não tenho nada em meu coração, te perdoo. E naquele dia não orei que achasse o ladrão e brigar com ele, eu orei que ele ficasse bonzinho e devolver o que tinha pegado e vejo que Deus respondeu minha oração.
SEU FURTADO: É Furtado e não Roubado! Mas muito obrigado Chaves, você tem um bom coração. Dona Clotilde ore por mim, quero mudar de vida e aceitar Jesus.
DONA CLOTILDE: Sim, mas é claro, Glória a Deus! Vizinhança, vamos todos interceder e fechar nossos olhos e orar.
Todos começam a orar e interceder, terminando a peça todos vão ao Seu Furtado e começam abraça-lo.
DONA CLOTILDE: Glória a Deus! E o nosso culto na vila infelizmente acabou mas foi benção, então fiquem com Deus e que Ele abençoe todos vocês. Aguardem para o próximo culto e todos estão convidados!


Dúvidas ou contato com autor: dramaturgo.italo@gmail.com

0 comentários:

Postar um comentário

Não utilize palavras de baixo calão ou algo que venha denegrir a imagem de alguém. Grato!

 
Top