AUTOR: RONDELCI FRAGA

OBJETIVO – demonstrar o trabalho de um grupo de seminarista evangelizando na favela,  onde mora o pirata(pai de Paulo) que matou  uma das colegas de seminário deles.
SUBOBJETIVO – O  drama de Daniel uma traficante que pensa em ser um pastor para tentar levar o trafico para as igrejas.
SUBOJETIVO 2 –  a busca desesperada de Paulo,  um ex-traficante  que agora é um jovem cristão, que é forçado a esconder a sua fé devido a ser parte de uma família de gerente de boca, e o próximo na sucessão. 

Cenário – uma escola de curso de teologia
                 Uma favela ( se possível, desenhar em tnt uma favela, deve se ter uma lixeira na entrada)
                 O caminho entre elas ( escola e favela)

Iluminação – três pontos diferentes – escola – favela e rua 

Sonoplastia – variadas ( montar um cd, ou pen-drive nas seqüência em faixas diferentes)

Elenco –  As três crianças:
  Daniel - caveira
  paulo -  chefinho
  leandro - psique
                vitima
adultos.

Daniel   - traficante pastor
Paulo –      cristão “ traficante”
            psique

Simone  -   Professor do seminário
Carlos -  augusto -  telma  e  Claudia  - estudantes amigos do Daniel
              Psique
Mariana –  a seminarista morta em um assalto
Pirata  - assa sino de mariana e pai de Paulo.
Policia – dois
Sonoplasta – responsável pela parte musical
Iluminação – alguém responsável pela troca de iluminação

Sonoplastia – variadas ( montar um CD, ou pen-drive nas seqüência em faixas diferentes)










A FAVELA


MUSICA - JARDIM DA INOCENCIA   -   

I ATO

( entra o DANIEL (menino) correndo e com gritando por socorro, logo atrás vem um jovem querendo pega-lo)
Daniel – por favor, TIO não me bate, por favor, eu prometo que devolvo seu celular ( pega um celular na bolsa e devolve, e começa a chorar)

Vitima ( faz que vai dá um tapa no menino, desiste)  correu para tua toca,  né moleque,qual o nome moleque,( pergunta) 
Daniel – (medo)  faísca tio

Vitima( raiva) eu quero saber seu nome, moleque

Daniel –  Daniel tio

Vitima - você dá sorte  que eu não  quero bater em você, eu poderia ligar para policia  e te levariam para uma dessas FEBEM da vida, mas nada adiantaria, seria pagar sua inscrição na faculdade do crime.seu final e cadeia ou caixão, E sai


Leandro(psique) ( porrete) (  aparece e chama a vitima) aí tio, oce divia chamar os homi, sabe porque?

Vitima  -  mais um moleque,  ( ironia) porque cobrinha?

Paulo (entra com uma faca) – porque cobra, mata quando e pequena,  oce perdeu tio?

Vitima ( surpreso e descrente) vocês estão de três,o que medo,  os três  juntos não agüenta um tapa , com essa faquinha e esse pedacinho de pau, vou tomar de vocês e bater em vocês com ele ainda, pivetes( parte para cima)

Paulo – pivete não tio

( ouve um tiro e a  vitima cai)

Daniel –   isso mesmo  fumaça,   pivetes não tio.( limpando o rosto)  Soldados, Odeio ser chamado de pivete, em breve vou ser gerente( vai dá outro tiro) 

Paulo –( impede) não faísca,  matar não, só fazer os caras e oce ta ligado, vai ter que esperar o pirata morrer e num curto essa parada  e  pra te da uma real, meu pai  não gosta de policia na comunidade, e irmão, meu veio tá  são igual coco.

Leandro(psique) –  a ai faísca se liga no psique do fumaça pode crê( pega o  celular e liga para o hospital)  aí do samu, se liga no meu psique,  tem uma pessoa baleada  aqui(sai falando baixinho)

Daniel – ( meio em graça) claro né fumaça , depois que seu veio morrer, alias o pirata, ai sim vou assumir a empresa e ta ligado  porque eu vou ser o novo chefão e não você( vai até a vitima que está agonizando no chão, ,  Poe a arma na cabeça) pra ser o gerente tem de ter disposição, ( para)

Paulo – não faísca, naooooooooooo!( vai em cima do Daniel)




Daniel- ( ri)  atira( e aponta para o Paulo) fica frio faísca, se você  fosse concorrência, e tem mais , somos mais irmãos, somos  amigos. Somos faísca e fumaça.
 aí psique liga pro buzão dos defunto. Esse tio já era.  Odeio ser chamado de pivete. 
Liga logo se não os homi pinta aí, eu num problema com o pirata.
( PEGA O PAPEL NO CHÃO, E LÊ,  SEMINARIO TEOLOGICO, VENHA A SEJA UM LIDER)

Daniel –( pensa)  -  SEJA UM LIDER!


( musica forte e a abertura da peça no telão e a ultima frase  “  10 anos depois)





I ATO

( todos os seminarista  e Daniel no meio deles estão saindo da escola e o grupo do traficante pirata está próximo deles)

Daniel( vendo pirata, que conhecia) vamos da uma parada aqui para debatermos sobre a teologia aplicada( olha para pirata dando um sinal , aumenta o tom de voz) vamos ficar aqui algum tempo.

Pirata – ai psique, manja só, é o Daniel, (psique não entende), o faísca seu lerdo, olha que ele trouxe pra nos,  é mais fácil do que tirar a bíblia de uma criancinha.

Psique – demoro, pirata, são os pastorzinhos, aquela galera que estuda ali no colégio dos crentes, onde o faísca quer vira pastor e aumentar o trafico no meio dos crente..

Paulo(tentado convence o pai a não assalta os seminarista, mas sem dá bandeira) pai, não vai rolar, eles só andam duro,  vamos sair fora e procurar um banco, uma padaria  ou outro lugar pai.

Pirata – esse é meu filhão, futuro general da minha empresa lá na boca,  tem uma visão holística e,(passa a mão na cabeça do Paulo) mas como todo jovem é muito afoito, fumaça,  as vezes temo de pegar uns peixe pequeno só para rodízio no esquema( reparando em mariana, faz cara de desejo) as vezes nem sempre é pelo dinheiro, olha só que gracinhas, justo hoje que estou cheio de amor para dá

Paulo( puxando o pai) – não pai, não faz isso, eu não gosto de estrupo, pai , não.

Pirata – eu sei fumaça, ta bom eu vou quebrar a seu galho, já que você não gosta, pode ir embora, não precisa vê.  Vai se manda.

Psique – to até achando que o chefinho é um deles, ta muito ligado nos crente,  né pirata?

Pirata e psique( se olham e   riem juntos)  não, ( ironizando Paulo) a paz do senhor irmão fumaça.
( pirata e psique vai em direção ao estudantes e Paulo e vai embora e fica de longe vendo, toda a ação de seu pai e chama a policia escondido, pirata e psique se aproxima dos seminarista)

Pirata – e ai pessoal, tudo na paz?  Legal, a galera de Deus toda junta  batendo um papo.

Daniel ( despistando, e fingindo , pois é um do principais da boca do pirata) e ai senhor Antonio, tudo bem, quer se assentar para conversarmos sobre o grande amor de Jesus que cura e liberta, senhor Antonio?

Pirata – seu Antonio, a quanto tempo eu não ouço esse nome, ( chega perto de Daniel) aí o seu pastorzinho de merda, é pirata, alias para todos vocês, é  senhor pirata(  segura ele pela camisa e arrancar arma) é, e  vamos brincar de santo,vocês são os santos e eu o devoto,  vocês me dão tudo o que eu pedir, e pra começar,  deita no chão vai jogando seu pertences, por que perdeu galera( volta pra Daniel) só porque me chamou de senhor vou livrar sua cara( empurra ele) saí fora vai
 DANIEL ( sai andando, pega o celular e falando baixo) – Alô é da policia, o pirata está cometendo um assalto aqui próximo a favela,  por favor venha depressa( desliga o telefone) você dá alarme demais pirata, hoje eu me livro de você, e ai a boca é minha. 

( enquanto Daniel liga,  pirata recolhe os pertence, agarra mariana pelo braço e começa a tentar o estrupo, ela  se solta e dá um tapa nele e sai correndo Pirata se levanta e atira na mariana, nessa hora houve-se um Cilene de policia. Pirata sai correndo com bando, a policia atira e acerta pirata que consegue escapar,  todos ficam desesperados, com mariana morta no chão

(musica de fundo triste)

Paulo( perto do mariana) – eu nunca quis que isso acontecesse, mais uma vida que se vai, e um dia terei de assumir o comando,  eu não quero, eu quero servir  a Deus, eu quero ser pastor.( sai correndo, todos saem)

Pirata( entra machucado, carregado por Daniel) – ai que merda,  p.q.p, esse policia que atirou em mim, vai ver, vou mandar matar toda a família dele,( Daniel senta pirata no chão,se afasta e fica atrás dele, e saca uma arma) ele vai ver, eu sei quem foi, vou queimar ônibus, vou fazer chover fogo na cidade, eles  vão ver  quem é pirata( ri alto)

Daniel( dá um tiro nas costa de Pirata, que cai, gemendo, Daniel vai para frente dele, muito frio) –  até que seria legal pagar o terror na cidade pirata, mas não, voce dá alarme demais, chama  atenção demais, isso não é muito bom para meus planos de implantar aqui minha igreja, onde vou  encher  de crentes e daqui vou espalhar minha igreja do trafico por todo o brasil e no mundo, e a propósito, foi eu quem chamou a policia,( dá mais um tiro) são ossos do oficio pirata, vacilou, morreu, pra me tornar o maior líder religioso do mundo e com isso me tornar também o maior traficante religioso do mundo, você é descartável e com tempo vou assumir tudo sem precisa me expor.( pega o celular do pirata, liga para policia) aqui vocês querem o  pirata?  ele está  aqui na entrada da favela,  MORTOOOOOOOOOOOOOO. ( RI)

Narrador - (musica de fundo) a vida continuou e Daniel deixou que Paulo assumisse o comando, mas paulo havia se convertido a jesus e mantia isso escondido,  e os jovens continuaram a estudar no seminário e entre eles com destaque, Daniel,  e já era  ano de formatura já se passaram três anos e a professora de missões  teve a idéia de aproveitar que teria uma festa na favela  para dar um portfolio externo, e  o trabalho seria fazer um trabalho evangelistico na comunidade local ( sovaco da cobra).

( entram em cena as alunos dos seminário, se assentam e entram a professora Simone)

Simone (com um panfleto de festa nas mãos) – tudo bom, futuro pastores?( aguarda a resposta), pois bem senhores e senhoras, estamos chegando no final do nosso seminário em breve vocês estarão formando e serão muito usados como obreiros de Deus, alguns com notas suficientes e outros com destaque,  né Daniel? Uma grata supressa para nossa turma termos um dos melhores de todo o seminário, parabéns espero que você permita que Deus te use como ele que.

Daniel( de pé,  cinismo) – obrigado por tudo, como certeza  serei muito usado e serei  muito reconhecido, alias farei o nome de Deus reconhecido, eu vou, vou,  vou  traficar, isso, vou traficar a palavra em toda parte e buscarei ser muito bom nisso, há, em nome de Jesus,  amem?( espera a resposta)

Simone – pois bem   voltemos a nossa aula,  porque ainda não acabou o ano  e o ultimo trabalho de campo, vai ser especial, fazer um trabalho evangelistico em uma comunidade muito próxima da gente onde o trafico, a violência, as mães solteiras  a macumba ria e outras coisa têm aumentado muito e nos como pastores temos o dever levar Deus a este povo.

Juliana  – em qual comunidade ?
( pega o folheto, começa a ler), 
                         
FAVELFEST

                                   Terceira festa em homenagem ao Antonio Souza e silva (  o pirata)

na comunidade do bairro oca( sovaco da cobra), muita dança, bebida, comida, gincana, baile funk e muito mais,  vem pra favela se divertir. CERVEJA SOMENTE $2.50

Pedro(  levanta com raiva) – enlouqueceu professora, por acaso já esqueceu o aconteceu a três anos  atrás?

Michele – não vai dá. Tenho certeza de que não é a melhor idéia.

Daniel( calmo,tentando esconder preocupação, pois ele mora lá e acabaria com sua farsa) – Simone, vamos pensar um pouco, temos duas situação, 1º todos são dignos da salvação,  2º essa festa é em homenagem um dos maiores traficantes que morou lá, e tem mais,  esse cara matou( pausa como se estivesse sofrendo) matou a mariana a justo três anos atrás.

Simone – eu sei gente, e é por isso que eu esperei chegar quase na formatura, pois vai ser uma luta e um experiência muito grande e especial para cada um vocês, terem de lutar com a raiva que sente, perdoa essas pessoas e tem mais,  levar a elas uma oportunidade de mudança, pois se nos esquivarmos dessa responsabilidade, outras marianas continuarão a morrer, e  esse sentimento e vocês será compartilhado em uma escala maior,  essa é boa oportunidade para decidirem o que ouvir,  a fé ou razão.

Michele – está bem, você está certa,  já está na hora de esquecermos esse ódio e pregarmos a palavra , sermos semelhantes a Jesus,  amar aqueles que a matou,.

Pedro.  – sim, afinal somos pastores de Deus. Vamos sim  ,levar até eles a verdadeira festa, a festa de Deus

Todos( menos Daniel) - vamos

Simone – eu sabia que vocês iriam ser guiados pelo espírito santo, então vamos amanhã a noite, nos encontramos aqui para irmos juntos, a estratégia será ( continua falando baixo, Daniel faz cara de preocupado, mas desfaça) em tão essa é  nossa jogada, creio que vai dá certo, porque Deus vai está conosco, então vamos para casa, gastar tempo orando, e até amanhã.

( saem todos, conversando, se despedem e só Daniel vai em sentido contrario, espera todos sumirem, , chega o psique)


Psique – é mano, se ligar na psique, na idéia,  um dia a casa cai e os crentes vão fraga as paradas e vai se ferrar.

Daniel( irritado) – cala boca psique, alias todos calem a boca, não to muito afim de encheção  de saco.

Psique  – o que ta pegando?

Daniel( preocupado) – a merda da professora  mandou os caras até aqui amanhã a noite, na festa, para pregar o evangelho, não pode,  passei quatro anos tentando esconder e  na hora de formar e  virar pastor e começar o meu plano ir por mundo e espalhar o  trafico ate que todos se viciem,  e assim  ser o maior do mundo sem levantar suspeito.

psique – num peguei o psique?

Daniel – é ai,  que os manos entram, vocês viram crentes e levam o funk gospel, forró gospel, as tatuagens, os chás e aquelas moçadas rapidinho vai ta comendo em nossa mão, vamos criar os irmãos do trafico.

Psique  – so 

Daniel – mas se eles me pegarem aqui amanhã, acabou o sonho, (pensa),  já sei, amanhã vou vim normal, quando cair aqui na comunidade,eu dou um perdido e no final vou embora com eles, de boa, nada pode me deter.

( todos saem como se fossem para a balada)

Paulo ( assustado) meu Deus, amanhã vai vim aqui o pessoal da igreja que estudam no seminário, se os caras perceberem que os  irmãos me conhecem, vou ser morto,  não que eu ligue de morrer, pois tenho a certeza da minha salvação, mas pelos meu amigos e parentes,   para quem  não vou mais poder falar do evangelho, com certeza vão  atacar meus irmãos em cristo e chega de mortes,( pensa)  já sei,  assim que eles chegarem vou me esconder, vai dá tudo certo. Até o Senhor me dá  vitória. 



Narrador – é assim foi, na outra noite seguinte rolava a festa na favela, os seminarista foram até a favela, assim que entrou Daniel se escondeu e Paulo também se escondeu, mas ficaram atentos a tudo. 

(foco de luz na favela, coloca-se um a musica de funk, tem a festa, o Simone leva o cd até o dj,   fazem a lifehouse e no final a Simone explica e faz um apelo, pegando nos pontos de não se envergonhar de Deus e principalmente não envergonhar  Deus( Simone deverá fazer uma mensagem curta e uma musica, thiller se converte)

psique( chorando) – porque vocês não vieram antes, porque não me deram esse psique  de Deus para meus irmãos e pai morto, tenho certeza que eles também iam aceita essa parada(pra o publico) aí galera, se liga nessa,  não fica de bobeira, porque se mulher da foice chega, vai tudo mundo dançar como chifrudo,  vem aceita a Deus  em seu coração. Se liga nesse pisque.

Simone – mais alguém que seguir  o Leandro(psique), não se envergonhe de Deus, não vamos insistir, vou fazer uma oração e  que Deus abençoe você, nos viemos aqui por você ( começa a orar).

Paulo ( durante a oração, entra chorando e gritando) – eu quero,
  ( todos assustam tanto os favelados como os evangélicos)  e o Paulo,   e o Paulo , Ô Ô Ô ( começo buxiso)

Paulo – sou eu sim, não estou aqui para aceita a Jesus, pois  tenho em meu coração a mais de 4 anos, mas tinha medo de meu pai, da comunidade e da galera, e depois da morte de meu pai, tive mais medo ainda e venho me escondendo, mas agora chega, por Deus,  eu cansei de me esconder e vou dizer bem alto:
 EU AMO A DEUS  E TENHO JESUS NO CORAÇÃO, não importa o que pode me acontecer, pois o que vale é servir a Deus, não tenho medo da morte,( Daniel sai revoltado)  pois Cristo vive em mim.( abraça ao seminarista)  obrigado por terem vindo aqui, vou Deus quem enviou  vocês.( 
( Simone ora de demovo e todos vão embora)

Narrador – é, Deus  tem seu tempo para tudo,  ele agiu e conseguiu alem de regastar o Paulo trouxe também o leandro psique).
Pena que  nem todos corações foram alcançados, 2  anos depois. 
( musica instrumental lenta)

Paulo ( vindo da igreja, falando ao celular) –    Fico feliz que você já esteja trabalhando. quem diria, você nesse trabalho,  é Deus mesmo,  obrigado por me avisar sobre os planos do Daniel , quem diria em, que esse era o objetivo dele, mas mesmo assim obrigado por me alertar sobre o.. 

Daniel (terno e gravata, atrás de Paulo) – A paz do senhor irmão Paulo, a quando tempo ein fumaca!

Paulo( ainda com o celular na mão) faísca? Alias Daniel ( põe  o celular no bolso, sem Daniel ver) a muito tempo, desde descobriram seu planos de tentar se pastor

Daniel(cortando e gritando) é pastor Daniel, eu  sou o pastor de rede de igrejas pelo pais no interior, você não sabe o poder que tem quem fala bem nesses lugares, afinal 

Paulo – como é?

Daniel – ( saca um arma)  - é isso mesmo, vocês adiaram meus planos, mas eu tenho um novo, vou ser candidato e com tempo vou assumir o poder e com isso vou me tornar, um prefeito, pastor e  traficante, quer coligação melhor.

Paulo( firme) isso não vi dá certo, Deus não vai permitir isso

Daniel(musica forte) ,corta-o, e dá um empurrão e o joga no chão, com o cano na cara dele) – Deus, que  Deus o que, não foi ele quem me impediu , foi você , eu tive muito trabalho para  matar seu paizinho, o mane do pirata,  achando que você não ia me dá trabalho, alias iria trabalhar para mim, mas não você tinha que intrometer e tinha que dá com a língua nos dentes e conta a meu projeto, mas eu esperei dois anos para  recomeçar e para não ter mais problemas, vim  eliminar o foco, ( ajeita arma, aponta para o Paulo) vim matar você. Meu irmão fumaça.

Paulo ( ajoelhado, começa a orar) Deus meu, como eu disse, não temo a morte, confio em sua vontade, ( continua orando baixinho< a musica aumenta)

Daniel (  mais digno que seu pai, mas antes de morrer e ver Deus, me tira uma duvida,
Como você descobriu meus planos, quem foi que te contou, para depois eu matar também, ( berrando ,acima da musica)    me diga quem foi que te conto meus planos,
Vai morrer sem me dizer, pois bem ( aponta a arma para a cabeça)  me diga quem foi?

Leandro ( psique), vestido de policial,  apontando arma para Daniel e fala bem alto, com mais um policial escondido) – fui eu faísca,  fui eu e não faça isso

Daniel ( olha  Leandro) psique?  É você?  E agora é policia,  e como chegou aqui? há,  é brincadeira de Deus.

Carlos  - sim Daniel agora sou um policial e sou um servo de Deus, e foi eu sim, com Deus ninguém brinca, principalmente com o nome pastor, eu falei e o Paulo fez o resto e você fugiu, como cheguei aqui?  Quando você abordou o Paulo eu estava no celular com ele e ouvir toda a conversa de vocês, graças a Deus Paulo não desligou o celular antes de guardar, e pude chegar a tempo, agora se afaste de Paulo e tudo vai se resolver, não precisa de mais um crime nas costas.

Paulo – Daniel nós vamos te ajudar, é hora de colocar em favor de Deus tudo que você aprendeu no seminário, volte, arrependa que Deus vai agir em seu favor. ( começa a levantar)

Daniel ( confuso) não, não levante, eu sei que Deus pode mudar por mais que eu não tivesse a verdadeira motivação do outros, eu aprendi muito. ( berrando e chorando) mas eu vim pra matar você e  alguém tem que morrer, morrer( se afasta, começa a pensa, pega arma, o outro policial pega arma,  caminha rápido em direção  a Paulo)   

Paulo( vendo o outro policial pronto atirando,  grita) nãaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaao, (pula e empurra Daniel entrando na frente e recebendo o tiro, cai no chão, musica triste)

leandro (gritando e correndo ) parem de atirar, parem ( pega o Paulo) chamem um ambulância,  Paulo você vai  viver, segura a onda, e você Daniel, eu vou matar você

Paulo( meio morrendo) não, não Leandro, eu posso morrer, estou salvo, vou para Deus, ele não, Deus tem um plano na vida dele( fumaça  vem aqui( o policial  o leva) 

 Daniel ( chorando) eu não ia  mais te matar , não ia, me perdoa?

Paulo ( abraçando Daniel) – eu te perdôo por tudo,  mas não torne a minha morte vã, arrenpeda e vá ser o maior pastor ex-traficante que esse mundo viu. ( morre)

( todos chorando,chegam alguns de branco e levam o corpo dele e o Carlos leva o Daniel para cadeia)

 MUSICA  -   NARRADOR- DANIEL  ENTENDEU O QUE ERA O AMOR, AMOR QUE ELE TANTO OUVIU NO SEMINARIO,  MAS QUE NUNCA HAVIA EXPERIMENTADO, PRECISOU VER  PAULO SE ENTREGAR PARA ENTENDER O QUE E SER CRENTE , O PRINCIPAL,  ENTENDER O QUE É SER PASTOR, ELE  PAGOU A SUA DIVIDA COM SOCIEDADE, PAGOU PELOS SEUS CRIMES E DENTRO DA CADEIA JÁ COMEÇOU FALAR  NÃO SÓ DO AMOR DE CRISTO, MAS TAMBEM DO AMOR DE PAULO POR ELE, HOJE 10 ANOS DEPOIS ELE É,  GRAÇAS A DEUS, UM HOMEM,UM AMIGO, UM TRANSFORMADO, ELE É UM PASTOR DE DEUS.

DANIEL FECHA,  COM UMA MUSICA..

0 comentários:

Postar um comentário

Não utilize palavras de baixo calão ou algo que venha denegrir a imagem de alguém. Grato!

 
Top